Prefeitura atende mulher do campo e ribeirinha com o Projeto ALMA

A Prefeitura de Corumbá vai atender as mulheres do campo e ribeirinhas com o Projeto Alma (Arte, Lixo e Meio Ambiente), como forma de incentivar a autonomia econômica e o empreendedorismo da população feminina residente longe da área urbana.

 

O desenvolvimento do projeto está a cargo da Secretaria de Assistência Social e Cidadania e a aula inaugural desta etapa está programada para amanhã, terça-feira, 24 de setembro, no Assentamento São Gabriel, as 15 horas, com participação das moradores do próprio assentamento, do Porto da Manga e do Distrito de Albuquerque. A atividade integra a programação dos 235 anos de fundação de Corumbá.

 

A decisão em levar o projeto para o campo e também para a região ribeirinha surgiu a partir de reivindicações das participantes do Fórum das Mulheres do Campo e Ribeirinha realizado em Corumbá, no mês de julho.

 

O projeto ALMA tem a proposta de gerar trabalho e renda a partir de uma nova concepção da relação das mulheres com o meio ambiente, com o lixo e com a capacidade artesanal de transformar materiais recicláveis em artesanatos e, consequentemente, transformar vidas, reduzindo as desigualdades sociais e econômicas.

 

A coordenação do ALMA é da Gerência de Políticas para a Mulher e do CRAS Rural e Itinerante. Conta com a parceria das Fundações de Cultura de Corumbá e do Meio Ambiente do Pantanal, bem como das secretarias de Produção Rural e Educação, além do apoio da Secretaria Executiva do Fórum das Mulheres do Campo e Ribeirinha, formada pela Embrapa Pantanal, Instituto Acaia, Agraer e Colônia de Pescadores.