Prefeito abre II FELIC com compromisso de evento literário histórico em 2014

A segunda edição da Feira do Livro de Corumbá (FELIC) começou na noite desta quarta-feira, 4. E a terceira também. “No ano que vem faremos a maior feira do livro, uma espécie de ‘FLIP Pantaneira’, um evento que entrará para a história de Corumbá”, comprometeu-se o prefeito Paulo Duarte, fazendo alusão à FLIP de Paraty (RJ), a maior festa literária do Brasil.

 

“Sou um entusiasta da literatura, da arte, da cultura, do meio ambiente e entendo que essa é a nossa real vocação. Por isso, estou me comprometendo publicamente a investir nessa viagem, que não precisa de bagagem, bilhete aéreo, nem fila para entrar no ônibus, e que nos estimula a conhecer lugares nunca antes descobertos”, acrescentou ele, que em seguida foi aplaudido pela plateia que prestigiava a cerimônia de abertura da II FELIC, no Centro de Convenções do Pantanal Miguel Gómez.

 

A secretária de Educação, Roseane Limoeiro, destacou a importância da literatura na formação intelectual das crianças e adolescentes. “Agradeço ao prefeito por priorizar a educação em Corumbá e a FELIC é uma excelente oportunidade para destacarmos a importância do livro, da leitura e da cultura na vida e no futuro das nossas crianças”, disse.

 

Izulina Xavier

 

A grande homenageada desta edição foi a artista plástica e escritora Izulina Xavier, que mereceu muitos elogios da parte do prefeito, amigo e fã Paulo Duarte. Porém, o principal elogio veio com o anúncio de uma ação efetiva, tão concreta e sólida quanto suas obras. “Na semana que vem irei à sua casa, dona Izulina, levar pessoalmente o ofício de recuperação das estátuas da via crucis lá do Cristo Redentor, belas obras de arte e de fé feitas pela senhora”, disse. “Preservar essas obras não é só uma homenagem à dona Izulina, mas a Corumbá e ao seu patrimônio público”, acrescentou o prefeito, que não perdeu a oportunidade para criticar a minoria de vândalos que não respeita o bem público.

 

Emocionada, dona Izulina demonstrou gratidão por mais esta demonstração, por parte da administração municipal, de respeito à sua arte e à cidade de Corumbá. “Isso só me alegra e me motiva a continuar trabalhando. E escrevendo”, disse ela, cuja faceta literária é bem menos conhecida na cidade que seu talento para as artes plásticas. “Essa FELIC, aliás, me animou a resgatar meu lado literário e publicar um rascunho que tenho guardado em casa há anos, prontinho para virar livro. É só achar uma editora disposta a isso”, revelou animada a dona Izulina, que tem sete romances e cordéis publicados, mas que não publica um título há mais de dez anos.

 

Durante a noite de abertura, os alunos do Moinho Cultural Sul-Americano apresentaram o espetáculo “Sorriso”. Em seguida, com a presença do prefeito Paulo Duarte e da própria dona Izulina Xavier, foi  aberta a exposição “Do Feminino para o Feminino”, com peças da artista homenageada, além de Priscylla Raiol e Vitor Hugo.

 

A trajetória e os principais trabalhos de nomes representativos da literatura local, aliás, estarão dispostos na Galeria de Escritores de Corumbá, espaço onde estarão informações sobre Izulina Xavier, Aziss Iunes, Eunice Ayala, Marlene Mourão – “Peninha”, Acelino Ferreira Lima – “Chumbo Grosso” e Gerson Morais.

 

Programação

 

Com estandes de 15 editoras e livrarias com títulos diversificados para todos os públicos, interesses e faixas etárias, o evento segue até sábado, 7 de setembro, com uma programação de atividades variadas que serão realizadas, além do Centro de Convenções, na unidade III do Campus de Corumbá (prédio da antiga Alfândega); no Muhpan (Museu da História do Pantanal); e na Estação Natureza Pantanal.

 

As atividades da II FELIC acontecem nos períodos da manhã, da tarde e da noite, entre elas, estão os lançamentos de obras; exposições; oficinas; palestras; apresentações de música, dança e teatro; sessões de poesia, tertúlias e performances.

 

Durante toda a programação, o público pode colaborar fazer doações de livros, além de promover a troca de exemplares. Os livros doados serão catalogados para a formação de uma biblioteca em uma escola pública que ainda não conte com essa ferramenta de ensino.

 

Prestígio

 

A cerimônia de abertura da II FELIC contou com a presença de vários secretários, como a primeira-dama e diretora da FUPHAN, Maria Clara Scardini;  a vice-prefeita e diretora da Fundação de Cultura, Márcia Rolon; do secretário de Governo, Hélio de Lima; da secretária de Assistência Social e Cidadania, Andrea Ulle; do diretor da Fundação de Esportes, Elvecio Zequetto; e da diretora da Fundação do Meio-Ambiente, Luciene Deová; além da vereadora Cristina Lanza e da professora da UFMS, Elizabeth Bilange.

 

A II FELIC é promovida pela Prefeitura de Corumbá, por meio da Secretaria de Educação; da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul, Campus do Pantanal, por meio do Curso de Letras; e do curso técnico em Biblioteca da Escola Estadual Gabriel Vandoni de Barros. O evento conta com o importante apoio da secretaria de Assistência Social e Cidadania e da Fundação de Cultura de Corumbá.