Expedição rumo ao Oceano Pacífico passa por Corumbá nessa sexta-feira

Cerca de 90 pessoas, entre empresários do segmento de transporte e produção, autoridades civis e políticas, a bordo de 30 caminhonetes Volkswagen Amarok, passam por Corumbá nessa sexta-feira, 27, e no sábado, logo nas primeiras horas, deixa a maior cidade pantaneira rumo ao Oceano Pacífico.

 

Trata-se da “Expedição Unindo Povos – Ligando Oceanos” que tem como objetivo viabilizar uma rota de exportação de produtos sul-mato-grossensses pelo Oceano Pacífico. O grupo deixou Campo Grande na manhã de hoje e, na noite de hoje, se encontra com o prefeito Paulo Duarte no Centro de Convenções do Pantanal de Corumbá Miguel Gómez, quando farão apresentação do projeto da “Rota da Integração Latino-Americana – Unindo Povos, Ligando Oceanos”

 

A viagem, organizada pelo Sindicato das Empresas de Transporte de Carga e Logística de Mato Grosso do Sul (SetLogMS), percorrerá cerca de 2.700 quilômetros, passando por Corumbá (MS), Santa Cruz, Cochabamba e La Paz, na Bolívia, até alcançar os portos chilenos de Arica e Iquique.

 

Durante todo o trajeto haverá reuniões com autoridades locais para firmar parcerias que viabilizem a passagem dos caminhões que saem do Brasil. Em Santa Cruz de La Sierra, os empresários visitam a Expocruz, maior feira agropecuária da Bolívia e uma das maiores da América do Sul.

 

No caminho de volta está agendada uma reunião com o presidente do Paraguai, Horácio Cartes, que mostrou grande interesse no projeto e acredita que ele ajudará a estreitar as relações comerciais entre os dois países.

 

“Essa expedição é muito importante para nosso estado. Ter uma alternativa para escoar nossa produção com economia de tempo, de taxas portuárias e reduzindo o custo do frete, nos torna mais competitivos. Os portos chilenos tem ótima estrutura e há um grande empenho do governo em realmente abrir esse caminho de comércio com o Brasil”, explica Cláudio Cavol, presidente do SetLogMS.