Em Corumbá, população ganha R$ 65,4 milhões em obras e serviços

Corumbá vai se transformar em um grande canteiro de obras que vão beneficiar a população da maior cidade pantaneira, não só da área urbana, mas também da zona rural e região ribeirinha. Na véspera dos 235 anos de fundação, o prefeito Paulo Duarte anunciou nada menos que R$ 65,4 milhões em obras e serviços nas mais diferentes áreas. Os recursos são oriundos do Governo Federal e também do próprio Município, oriundos de impostos que a população paga.

 

O anuncio aconteceu durante um ato nesta sexta-feira, 20, à noite, no Centro de Convenções do Pantanal de Corumbá Miguel Gomes, prestigiado por um grande número de autoridades, além de representantes dos mais diferentes segmentos da sociedade.

 

São obras e serviços que vão atender a comunidade corumbaense nas áreas de saúde, educação, infraestrutura, habitação, cultura, esporte e lazer, patrimônio histórico, turismo, meio ambiente, entre outras. Além de lançar e anunciar novos benefícios, Paulo Duarte também autorizou início de obras que vão representar sensíveis melhorias na rede de saúde pública e na habitação, principalmente.

 

Um dos destaques anunciado pelo prefeito se refere ao PAC das Cidades Históricas. Como se sabe, Corumbá foi a única cidade do Mato Grosso do Sul e uma das 44 do Brasil incluída nesta etapa, anunciada em agosto pela presidenta Dilma Rousseff, que vai permitir aplicação de R$ 19,6 milhões na revitalização do patrimônio histórico da cidade.

 

A verba será aplicada na restauração e requalificação de prédios e equipamentos históricos, localizados na área tombada pelo Patrimônio Histórico Nacional, e de entorno. Dez 10 projetos foram contemplados: restauração do prédio da antiga Prefeitura Municipal, do Hotel Internacional, do antigo Presídio (Casa do Artesão), do Casarão da Comissão Mista, do Instituto Luiz de Albuquerque (ILA), da Igreja Nossa Senhora da Candelária, além do antigo mercadão.

 

Foi contemplada também a Praça do Uruguai, (incluída junto com o projeto do antigo Mercado Municipal), bem como as praças da República e da Independência (requalificação). O décimo projeto é a ligação da parte alta e parte baixa da cidade (acessibilidade).

 

Durante a solenidade de ontem à noite, Paulo Duarte anunciou início da licitação para restauração e requalificação dos três primeiros prédios que serão contemplados: da antiga Prefeitura, na 15 de Novembro com a 13 de Junho; Hotel Internacional, na Frei Mariano, ao lado do Hotel Galileu (que já está sendo revitalizado e será entregue em dezembro), e da Casa do Artesão, antigo presídio que pertencia ao Estado e foi repassado para o Município. O prédio está localizado na Rua Dom Aquino, entre a Tiradentes e Ladário.

 

A solenidade foi prestigiada por um grande número de autoridades, entre elas o senador da República Delcídio do Amaral; deputado federal Antonio Carlos Biffi; deputado estadual Osvane Ramos; vereador Tadeu Vieira que representou a Câmara de Corumbá; prefeito de Anastácio e presidente da Assomasul, Douglas Figueiredo; primeira dama e diretora-presidente da Fundação de Desenvolvimento Urbano e do Patrimônio Histórico, Maria Clara Scardini; vice-prefeita Márcia Rolon; ex-prefeito Ruiter Cunha de Oliveira, entre outras.