Alunos ensinam e aprendem com o projeto ‘Educação para o Trânsito’

Apesar da pouca idade e tamanho, os alunos do Centro de Educação Infantil Inocência Cambará levaram conscientização e respeito às ruas que ficam no entorno da unidade de ensino, localizada no bairro Maria Leite.  De uma forma bem divertida, 145 alunos de 0 a 5 anos participaram do projeto ‘Educação para o Trânsito’, na manhã desta quinta-feira, 26, e aprenderam tudo sobre a atenção que devem dar às placas, sinais e demais símbolos tão comuns no dia a dia.

 

 

A atividade integrou as comemorações da Semana Nacional do Trânsito. Trata-se de um projeto desenvolvido pelo próprio Centro de Educação Infantil da Secretaria de Educação, em parceria com a Agência Municipal de Trânsito e Transporte (Agetrat) e a Marinha do Brasil, por meio do 6º Distrito Naval de Ladário.

 

“Nós tínhamos a necessidade de conscientizar as crianças e os pais sobre a educação no trânsito. E com a ajuda de parceiros como a Marinha do Brasil e a Agetrat, conseguimos concluir essa ação, que estimulou nos alunos o interesse pelas regras no trânsito, despertando a consciência neles”, disse a coordenadora do Centro, Vanessa Alvarenga Lima.

 

Para desenvolvimento do projeto, a Agetrat disponibilizou toda a sua equipe para ajudar os pequeninos a pedir à comunidade um pouco de consciência e paz no trânsito. “Nós temos o maior prazer em participar de ações com essas, porque você não consegue trabalhar educação para o trânsito se não envolver as escolas. O conceito de segurança e de obediência às regras de trânsito, precisa começar desde cedo. E esses alunos têm sido multiplicadores de informação”, enfatizou a coordenadora de projetos na Agetrat, Jociene dos Santos.

 

Durante a prática dos alunos e os pais participaram de todo o trajeto. “Eu adorei a ideia porque eles já vão aprendendo desde cedo e ensinando pra gente também”, disse a dona de casa Luzilene da Silva, moradora do bairro Centro América e mãe do pequeno Luiz Carlos de 2 anos de idade.

 

Outra unidade de ensino que saiu às ruas para participar das atividades do projeto ‘Educação para o Trânsito’, foi a Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (APAE) de Corumbá. “Foi uma ótima parceria incluir nossos 59 alunos no projeto da escola. Eles ficam felizes quando desenvolvem qualquer tipo de atividade fora da instituição”, disse a coordenadora do período matutino, Castolina Mendes Nunes.