Caribéu será um dos cinco pratos apresentados no Rio Gastronomia

Caribéu, prato tradicional pantaneiro, vai ser um dos atrativos do Rio Gastronomia, que acontece entre os dias 21 e 25 de agosto, nas praças Afonso Pena (Tijuca), Serzedelo Correia (Copacabana) e Nelson Mandela (Botafogo), além do Largo da Carioca e do shopping Downtown (Barra), onde serão instalados quiosques para atender o público das 11 às 15 horas. Serão 120 pequenas porções por dia, ao preço de R$ 6,00.

 

O prato foi conhecido pelos chefs Marcelo Scofano e Ana Salles, durante o Festival Gastronômico de Corumbá, que reuniu chefs de diversas regiões brasileiras, e até do exterior, para uma troca de saberes e sabores.

 

Segundo Antônio Albaneze, um dos coordenadores do festival, os ecochefs ficaram encantados com a riqueza de sabores que o Pantanal possui. “Foi durante um almoço em casa que eles puderam conhecer o nosso caribéu, e ficaram seduzidos com mistura de sabores”, revelou.

 

Durante o Rio Gastronomia, além do caribéu pantaneiro, serão servidos pratos de outras regiões brasileiras como o peixe com farofa d’água da Amazônia; baião de dois da Caatinga; mexidinho de pupunha da Mata Atlântica, e feijão campeiro com farinha torrada do Pampa.

 

Antonio informou que todos os pratos serão preparados com os ingredientes exatos, utilizados nos seus respectivos biomas, por 12 chefs do Maniva, com o auxílio de 45 estagiários do Senac. Essas delícias foram apresentadas pelos chefs Marcelo Scofano, Bia Lopes, Kátia Barbosa e Ana Salles, além da própria Teresa Corção, que é presidente do Instituto Maniva, e que responde pela ação.

 

“O Rio Gastronomia leva os cariocas a descobrir os sabores de diversos lugares pelas ruas do Brasil. Ao levar esses pratos para a rua, queremos que o povo conheça a autêntica comida brasileira. É uma forma de protestar contra a invasão da fast food americana”, brinca a ecochef Teresa Corção.

 

O Rio Gastronomia é uma realização do O GLOBO com apresentação da Riotur, patrocínio master da CEG e do Sebrae, apoio do governo do estado e do Senac, em parceria com o Sindicato dos Hotéis, Bares e Restaurantes (SindRio).