Bolívia comemora os 188 anos de Independência com ato na praça

A comunidade boliviana em Corumbá comemorou na manhã desta terça-feira, 06, os 188 anos de Independência da Bolívia. O ato aconteceu na Praça da Independência e foi uma realização do Consulado do Estado Plurinacional da Bolívia, com apoio da Prefeitura de Corumbá, por meio da Secretaria de Governo.

 

A cerimônia foi aberta por volta das 10 horas com execução dos hinos nacionais do Brasil e da Bolívia, seguindo da apresentação de um breve histórico da independência boliviana, em português e em espanhol. Autoridades presentes depositaram flores no busto de Antônio Maria Coelho (herói da Retomada de Corumbá), uma oferenda floral nas cores da bandeira boliviana (verde, amarela e vermelha), o que marcou o encerramento da parte cívica.

 

Na parte cultural, o grupo “Ecos de Bolívia” executou canções patrióticas como “Viva mi Pátria Bolívia”, além de apresentações de danças folclóricas com grupos de Puerto Suarez e Puerto Quijarro, com as “Morenada” e “Caporales”, que mostraram um pouco da cultura bolivianas para quem prestigiou o ato.

 

O secretário de Governo, Hélio de Lima, representou o prefeito Paulo Duarte e destacou a realização em parceria por bolivianos e brasileiros. “A Bolívia é um Estado promissor. Cada vez que pisamos no solo boliviano, percebemos que está em desenvolvimento”, explicou. “Nos irmanamos na fronteira. Corumbá e Ladário precisam da Bolívia, como a Bolívia precisa de Corumbá e Ladário”, observou.

 

Segundo Hélio, a luta boliviana pela independência, garantiu “a liberdade, o exercício da democracia, o respeito às diferenças de cada cultura, de cada país. O Brasil por muito tempo ficou olhando para o Atlântico, para a Europa, e esqueceu-se de olhar para a América Latina”, ressaltou Hélio de Lima.

 

O prefeito de Ladário, José Antonio Assad e Faria, lembrou das batalhas que Brasil e Bolívia tiveram que travar para conseguir a sua independência. “As nossas lutas pela independência ocorreram simultaneamente e desde lá, enfrentamos inúmeros problemas para manter a independência de nossos países. Dividimos o mesmo bioma, a água, energias e ainda temos muito que crescer para que, juntos, possamos construir e melhorar ainda mais os dois países”, enfatizou.

 

Oscar Cuellar, agente consular da Bolívia no Brasil, agradeceu em seu discurso o acolhimento. Disse ser um prazer muito grande fazer o uso da palavra na mesma praça onde também é comemorada a Independência do Brasil. Afirmou também que o Brasil se destaca por ser um país que acolhe a todos, “sempre de braços abertos”.