Projeto “Mulheres contra a Dengue” cria rede de cidadania nos bairros

Desenvolvido há seis meses pela Secretaria Municipal de Assistência Social e Cidadania, o projeto “Mulheres contra a Dengue” já mobilizou mais de 253 lideranças comunitárias, sendo 122 na faixa etária de 21 a 49 anos; 89 jovens entre 14 a 20 anos; e 52 idosas, na faixa etária de 50 a 65 anos.

O trabalho é coordenado pela Gerência de Políticas para a Mulher e tem como objetivo conscientizar e formar lideranças comunitárias para se tornarem agentes multiplicadoras dos cuidados de prevenção e combate a dengue.

As mulheres são convidadas a participar de rodas de conversas aonde adquirem informações, orientações e trocam experiências acerca de como combater a doença a partir do seu meio familiar. A experiência é única em Mato Grosso do Sul e os resultados exitosos foram relatados na publicação de uma revista estadual voltada para o seguimento feminino.

A avaliação é de que as mulheres encontraram no Projeto um canal de denúncias sobre os casos em que a dengue precisa ser atacada com mais ações na área de prevenção e orientação.

Entendendo que a doença precisa ser trabalhada de forma contínua e pedagógica para que haja uma mudança de comportamento da população, 50 lideranças femininas comunitárias foram convidadas para iniciar a Rede Cidadã nos bairros.  Essa organização vai colaborar com a Prefeitura no trabalho contra o Aedes Aegypti.

A primeira reunião da Rede Cidadã ocorre nessa quarta-feira (31), no período da tarde, na Escola de Governo, onde elas vão serão capacitadas e conhecerão as outras integrantes, uma vez que o Projeto é realizado em diferentes regiões de toda a cidade.