Prefeito pede apoio a Delcídio para solucionar problemas de vôos na cidade

Insatisfeito e indignado com os constantes cancelamentos de vôos por parte da única empresa aérea que atende Corumbá, a Azul Linhas Aéreas, o prefeito Paulo Duarte encaminhou uma carta aberta ao senador Delcídio do Amaral, solicitando o “seu importante apoio no sentido de unir forças” para solucionar este problema na cidade, situação que o chefe do executivo corumbaense considerou como um “desrespeito para a nossa cidade”.

 

Os cancelamentos de vôos para Corumbá, conforme o prefeito, têm causados prejuízos para a economia da cidade, afetando sensivelmente o turismo na região pantaneira. Paulo tomou a decisão de solicitar este apoio ao senador Delcídio do Amaral por entender que não há mais como suportar a situação. Ele lembra que, em um curto período de seis meses, já foram cancelados 29 voos contra 18 cancelados durante todo o ano de 2012, pela empresa antecessora.

 

Duarte lembra que, em maio, se reuniu com a direção da Azul Linhas Aéreas, ao lado de representantes do trade turístico local, quando cobrou a manutenção dos vôos aos sábados, uma explicação para os atrasos, cancelamentos, bem como da revisão do valor das tarifas.

 

“Ficaram de se posicionar em 15 dias e, até hoje, não obtivemos uma resposta. Ainda por cima, os serviços pioraram”, explicou o prefeito corumbaense, observando que os vôos aos sábados foram cancelados e as tarifas continuam altas, bem acima da realidade praticada em outros centro.

 

Para o prefeito, o apoio do senador Delcídio do Amaral será de extrema importância visando uma “atuação mais incisiva da agência reguladora do serviço, a ANAC, cuja responsabilidade é fiscalizar e regular a atuação dessas empresas”, cita. Observa também que já foi formalizada reclamação contra a empresa junto ao PROCON de Corumbá.

 

A carta

 

Leia na íntegra a Carta Aberta endereçada ao senador Delcídio do Amaral, datada de 17 de julho de 2013:

 

“Senhor Senador:

 

Ciente de sua dedicação e empenho em sempre levar melhorias e desenvolvimento para o nosso município de Corumbá, venho pedir o seu importante apoio no sentido de unir forças para solucionar, de uma vez por todas, o problema dos voos diários para a nossa Cidade Branca.

 

Em maio deste ano, estivemos, eu e a equipe da Fundação de Turismo, em conversa com representantes da Azul Linhas Aéreas, que explora o serviço em nossa cidade. Cobramos a manutenção dos voos aos sábados, cobramos uma explicação plausível para os atrasos e cancelamentos e também cobramos uma revisão do valor das tarifas aéreas. Houve, por parte dos representantes da empresa, um pedido de 15 dias para nos apresentar as respostas. O prazo terminou e não obtivemos nenhuma resposta. E, pior do que não haver nenhuma resposta aos nossos questionamentos, os serviços pioraram. Os cancelamentos, sem aviso prévio, continuam acontecendo, os voos aos sábados já não existem e as tarifas continuam absurdamente altas, bem além da realidade de mercado.

 

Apesar de todos nossos esforços para manter aberto diálogo e, também, mostrar as reais necessidades do município de Corumbá e da sua população em relação aos serviços da Empresa Azul Linhas Aéreas, os voos continuam sendo cancelados, deixando à mercê da sorte centenas de passageiros, em especial grandes grupos turísticos, que vêm para a região conhecer a nossa cidade e as belezas naturais do Pantanal, contribuindo para o incremento da economia local. Não há explicações adequadas e, assim, fica patente o sentimento de desrespeito e descaso para com os usuários do serviço, com a população e com a cidade perante as ações da empresa que explora essa linha área.

 

As desculpas para cancelamentos dos voos são as mais descabidas e não escondem o fato de que, no curto período de 6 meses, já foram cancelados 29 voos, enquanto que, no ano passado, a empresa aérea antecessora, no espaço de 12 meses, cancelou 18 voos, já, na época, considerado um número alto para esse tipo de ocorrência. Essas atitudes somente nos levam a crer que a empresa deseja tão somente aumentar seus lucros financeiros e que não tem interesse algum em contribuir para o crescimento econômico do nosso município, deixando-nos cada vez mais isolados e sempre na expectativa de um serviço de qualidade.

 

Além do cancelamento excessivo dos voos, as tarifas com valores muito acima do nível de mercado também inviabilizam a manutenção dos voos, fato que motiva muitas pessoas a escolher outros roteiros turísticos, inclusive aqueles internacionais, pois os preços acabam sendo mais baratos do que os que são oferecidos para a nossa região.

 

Por serem detentoras de capital exclusivamente privado as empresas aéreas, em todo o território brasileiro, têm liberdade total para alterar, operar e deixar de operar em determinada região, sempre de acordo com seus objetivos financeiros. Diante disso, exigimos uma atuação mais incisiva da agência reguladora do serviço, a ANAC, cuja responsabilidade é fiscalizar e regular a atuação dessas empresas.

 

O município de Corumbá, portanto, se vê refém dos problemas de cancelamento, atrasos e altas tarifas e não consegue que a empresa em questão atenda a quaisquer de suas reivindicações. Assim, diante das evidências e impactos negativos sofridos pela população e pela economia local, já formalizamos reclamação contra a empresa Azul Linhas Aéreas no PROCON da cidade, sendo esse procedimento, que claramente manifesta descontentamento, o primeiro a ser concretizado contra a citada empresa.

 

Bastante insatisfeitos e indignados com essa situação de desrespeito para com a nossa cidade, solicitamos, mais uma vez, o apoio de Vossa Excelência, no sentido de buscar uma solução definitiva para os problemas acima expostos.

 

Atenciosamente,

 

Paulo Duarte

 

Prefeito Municipal”