Começam as obras de drenagem no Guarani. Asfalto vem em seguida

A comunidade do Bairro Guarani, localizado na parte alta da cidade, está sendo atendida com obras de infraestrutura, que vai melhorar as condições de acessibilidade na região. Os serviços foram iniciados na manhã desta sexta-feira, 5, com a construção de uma rede de drenagem que será seguida pela implantação do pavimento asfáltico.

 

O início das obras foi autorizado pelo prefeito Paulo Duarte que, logo nas primeiras horas da manhã, visitou o local, na rua Cyríaco Félix de Toledo, com a Pernambuco, por onde a empresa contratada pelo Município iniciou o trabalho, após receber a ordem de serviço do chefe do executivo corumbaense.

 

Paulo Duarte explicou que, no Guarani, o projeto de drenagem e pavimentação asfáltica será executado em duas etapas. Nesta primeira, as obras acontecem na parte alta para, em um segundo momento, ser atendida a outra região.

 

“Estamos realizando os serviços na parte de cima do bairro, mas vamos atender os moradores que residem na parte mais baixa”, explicou Duarte enquanto conversava com moradores da rua Pernambuco, trecho que receberá obras de drenagem e pavimentação asfáltica na segunda etapa.

 

O prefeito fez questão de conversar com os moradores daquele setor do bairro. Margarida Rodrigues dos Santos e Heriberta Rodrigues estavam entre o grupo que dialogava com o chefe do executivo que disse ter se dirigido até aquele local, justamente “para informar que vocês também serão atendidos”, para lembrar em seguida que, como há necessidade de se executar drenagem, este serviço tem que ser iniciado pela parte mais alta.

 

Somente no primeiro trecho do Guarani, a Prefeitura vai implantar mais de 1,3 mil metros de drenagem, e pavimentação asfáltica de quatro quadras. Os serviços foram iniciados pela Pernambuco.

 

Integram o mesmo projeto do Cravo Vermelho (rua 7 de Setembro) que prevê um investimento total de R$ 2.950.551,61, sendo R$ 1.887.330,92 só para drenagem, verba oriunda da própria Prefeitura, proveniente de impostos que a população paga, e R$ 1.063.220,69 para pavimentação asfáltica, recurso do Governo Federal, via emenda parlamentar do senador Delcídio do Amaral.

 

A obra foi comemorada pela comunidade. Gracia Espozório do Nascimento, presidente da associação de moradores, disse que está sendo uma conquista para os moradores que “há décadas clama por esta benfeitoria. Moro há 35 anos no bairro e somente agora vamos receber o asfalto”, celebrou.

 

Para a líder, a obra iniciada nesta sexta vai representar “mais saúde para os moradores, elevação da autoestima, beleza e valorização dos imóveis. Foi muita luta até chegarmos aqui. O bairro mudou muito nos últimos anos e vai melhorar mais ainda com esta obra”, disse, agradecendo ao prefeito que, conforme ela, tem demonstrado ser uma pessoa “séria” e que tem “competência para trabalhar pela cidade”.