Centro de Convenções será administrado pelo Sesc e terá até cinema

O Centro de Convenções do Pantanal de Corumbá Miguel Gómez será administrado pelo Serviço Social do Comércio de Mato Grosso do Sul (Sesc/MS). Convênio neste sentido foi firmado na manhã desta terça-feira, 30, pelo prefeito Paulo Duarte com a direção da instituição que integra o Sistema Fecomércio/MS. Uma das grandes novidades, classificada como “a cereja do bolo” por Duarte, será a instalação de uma sala de cinema no local para atender o corumbaense.

 

O termo de cooperação mútua foi assinado pelo prefeito Paulo Duarte; pelo presidente da Fecomércio, Edson Araujo; pela diretora regional do Sesc/MS, Regina Ferro; pelas diretoras-presidentes das Fundações de Turismo, Hélènemarie Dias Fernandes, e de Cultura, a vice-prefeita Márcia Rolon, e também pelo presidente da Câmara Municipal, vereador Marcelo Iunes.

 

“Havia uma grande necessidade de otimizar o uso do Centro de Convenções na formação e produção cultural e artística permanente da população. Era preciso diversificar a oferta de atrativos culturais locais, lazer e entretenimento para a população e turistas, com grandes eventos como teatro, espetáculos de dança e música, como também proporcionar um melhor receptivo em toda região do Porto Geral, onde está localizado o Centro de Convenções, para atender a população e turistas com mais serviços como cafeteria e venda de produtos artesanais locais”, explicou o prefeito Paulo Duarte ao falar sobre o convênio.

 

Segundo o Chefe do Executivo, a assinatura do documento foi a formalização de uma grande parceria com o Sistema Fecomércio (Sesc, Senac e IPF), cujos entendimentos foram iniciados em outubro. “Logo após a minha eleição, iniciei entendimentos com a direção da Fecomércio e com o Sesc, para buscar alternativas e dinamizar o Centro de Convenções. Hoje, após vários encontros com o Edson e com a Regina, estamos estabelecendo esta forte parceria com o Sistema S”, comentou.

 

O prefeito foi taxativo ao afirmar que, a Prefeitura sozinha, não teria como administrar toda a estrutura do Centro de Convenções, classificada por ele como grandiosa e importante para o desenvolvimento turístico e cultural da cidade. “Somente para ‘tocar’ esta estrutura, são necessários de R$ 500 a R$ 600 mil por ano. Não temos como ‘tocar’ isso. É difícil manter, por isso fomos atrás de parceiros”, ressaltou, para lembrar que a estrutura foi implantada em uma região fantástica, com recursos de emenda parlamentar do senador Delcídio do Amaral e do próprio Município, na época da administração de Ruiter Cunha, e que está sendo concluído agora, na sua gestão.

 

“O local vai ser transformado em um grande centro cultural e turístico, atraindo eventos, artistas locais e de fora, fomentar a produção, comercialização e distribuição do artesanato local. Teremos até uma cafeteria naquele local charmoso, às margens do Rio Paraguai, no Porto Geral”, revelou para, em seguida, afirmar que a “principal cereja do bolo será a sala de cinema. Corumbá vai ter cinema após muitos anos, ter o Cine Tupi, o Santa Cruz, o Anache”, enfatizou.

 

A sala de cinema deverá estar implantada em um prazo de 12 meses. Segundo Paulo, a população terá oportunidade de voltar a assistir grandes filmes na cidade a um preço acessível, “R$ 10 a R$ 15,00”, bem abaixo dos principais centros. “Será uma estrutura para atender não só o turista, mas também o cidadão corumbaense. Vamos dar vida ao Porto Geral, fazer com que a arte e a cultura seja para todos”, celebrou.

 

Paulo agradeceu o apoio recebido do presidente da Fecomércio, Edson Araujo, da direção do Sesc, dos vereadores, empresários, da comunidade corumbaense, e anunciou que o segundo semestre será de muitas novidades, entre elas, lançamento da construção de uma mil unidades habitacionais; asfalto de várias ruas da cidade, entre eles a Pedro de Medeiros, na Popular Velha; recapeamento de ruas já pavimentadas, mas que precisam de novas intervenções; troca de lajotas sextavadas por pavimento asfáltico em ruas importantes localizadas na região do centro; revitalização do Parque Marina Gattass; entrega do prédio do Hotel Galileu; a nova praça do Jardim dos Estados, o Centro de Artes e Esporte Unificado; reforma do complexo do Poliesportivo, entre outras.