Solenidade celebra Retomada de Corumbá e os 67 anos da 18ª Brigada

Solenidade realizada na Praça de República marcou os 146 anos da Retomada de Corumbá, celebrada nesta quinta-feira, 13 de junho, feriado municipal, e os 67 anos da 18ª Brigada de Infantaria de Fronteira. O ato, que teve a participação de alunos da Rede Municipal de Ensino (Reme), do Colégio Militar de Campo Grande e de autoridades cívicas, eclesiásticas e militares da região, aconteceu na noite desta quarta-feira (12) no Jardim da Independência.

 

As homenagens ao coronel Antônio Maria Coelho, herói da Guerra do Paraguai, e a Ricardo Franco, patrono do 18º BFron, começaram com a execução do Hino Nacional Brasileiro e o depósito de flores nas estátuas dos militares. As atuações e feitos heroicos dos dois personagens históricos foram relembrados pelo general-de-brigada Pedro Paulo de Mello Braga, comandante da Brigada.

 

Mello Braga ainda destacou a atuação do Exército Brasileiro junto a sociedade corumbaense e afirmou que os recentes investimentos realizados pelo Governo Federal nas Forças Armadas vão garantir mais segurança na defesa das fronteiras brasileiras, na proteção do território nacional e vão aproximar ainda mais os militares da comunidade.

 

Para o prefeito Paulo Duarte, o Exército, assim como a Marinha e a Aeronáutica, é fundamental para a manutenção da democracia, além de ser força amiga da população corumbaense e ladarense. O chefe do Executivo Municipal também aproveitou a data para reiterar a importância do civismo, do sentimento de pertencimento e amor a Pátria.

 

“Enquanto ouvia e cantava o Hino Nacional, me lembrava da minha infância, quando estudava logo ali em frente, no Santa Teresa, quando ele ainda era um colégio Estadual, e pensei em quantas vezes vim aqui nessa praça e como demorei para entender o que esses heróis homenageados hoje representavam para a nossa história”, comentou.

 

“Emocionado de participar dessa solenidade pela primeira vez como prefeito da minha cidade, confesso que isso só nos mostra a importância que tem cultuarmos, compreendermos nossa história desde os bancos escolares. Precisamos entender o passado para que a gente possa compreender o presente e ter perspectivas concretas de futuro. Amar sua cidade, seu Estado e seu País não é, e nunca foi, uma coisa fora de moda”, destacou.

 

“Temos feito um trabalho nas escolas da Rede Municipal de fortalecer essa nossa rica história. Essa semana tivemos um encontro, junto com a vice-prefeita (Marcia Rolon) e a primeira-dama (Maria Clara Scardini), com o doutor Moyses dos Reis Amaral, onde conversamos sobre a edição de um livro que vai falar das figuras que denominam nossas ruas. Muita gente não sabe e muitas vezes a história é injusta com alguns, como com o Frei Mariano”, continuou Paulo Duarte.

 

Segundo o prefeito, a conservação e preservação do patrimônio público também são questões importantes nesse trabalho de retomada e fortalecimento da cultura local. “Queremos fortalecer os laços da população com a nossa história. Por isso asseguro que em 2014, quando essa solenidade voltar a ocorrer aqui, essa praça estará totalmente diferente, remodelada, recuperada e bem cuidada pelo Poder Público e pela população”, finalizou.

 

A cerimonia foi encerrada com a execução do Hino de Corumbá, executado por alunos da Escola Municipal Luiz Feitosa Rodrigues e do Moinho Cultural Sul-Americano, acompanhados pela banda de música da 17ª Batalhão de Infantaria de Fronteira e da banda Manoel Florêncio.