Prefeito vai fortalecer Egov para capacitação dos servidores municipais

“Vamos fortalecer o trabalho da Escola de Governo (Egov) e, a partir do segundo semestre, aumentar o número de cursos de capacitação voltados para os servidores da Prefeitura. Já na próxima reunião com o secretariado vamos levantar a demanda de cada pasta e dar início a esse processo de qualificação”.

A afirmação é do prefeito Paulo Duarte, que na manhã desta quarta-feira (19) participou da recepção dos novos convocados para o quadro efetivo do Executivo municipal. O ato foi realizado na sede da Escola de governo e contou com a participação do secretário municipal de Gestão Pública, Luiz Henrique Maia de Paula, e da diretora-presidente da Egov, Osana de Lucca.

Segundo Paulo Duarte, a prestação de um serviço público de qualidade – hoje uma pauta nacional – passa necessariamente pela qualificação, treinamento e valorização dos servidores. E não apenas dos recém ingressados no quadro efetivo, mas também dos que estão há algum tempo no funcionalismo.

“Queremos que vocês entrem motivados e que deem o melhor de vocês, não para o prefeito, mas para a população, para o cidadão, que é quem mantém toda a máquina pública com o pagamento de seus impostos”, destacou o prefeito.

“Tenham a certeza que vamos qualificar não apenas quem está chegando, mas também quem já está lá. Queremos preparar essas pessoas para esse novo momento que está chegando”, completou Paulo Duarte, que é servidor de carreira do Governo do Estado.

Durante o encontro com os novos servidores municipais, Duarte ainda comentou sobre as manifestações realizadas em várias cidades do Brasil. “Estamos vivendo um momento que é um marco para o País. Vemos em vários lugares movimentos que nasceram de angústias da população”, avaliou.

O prefeito defendeu a legitimidade dos protestos e condenou os atos de vandalismos, provocados segundo ele, por uma minoria.  Reconhecendo que a Saúde Pública e o transporte coletivo também precisam avançar em Corumbá, Paulo ponderou que esse momento de mudança, de civismo, deve afetar toda a sociedade.

“Essa mudança de postura tem que ser de todos nós, não só do Poder Público. Quem joga lixo nas ruas; quem deixa seu terreno abandonado e sujo; quem tenta subornar o guarda de trânsito ou dar um jeitinho para conseguir algum tipo de vantagem, também precisa rever suas atitudes, sua postura”, finalizou o prefeito.