Seminário marca Dia Nacional de Mobilização pela Saúde da Mulher

A Prefeitura de Corumbá realiza na próxima terça-feira, 28 de maio, o seminário “Saúde da Mulher: diálogos estratégicos de enfrentamento à violência”, que vai permitir debater estratégias em saúde visando ações para combater a violência contra as mulheres pantaneiras. O evento acontece no Centro de Convenções do Pantanal de Corumbá Miguel Gómez, com abertura às 08 horas.

 

O seminário está a cargo das secretarias de Assistência Social e Cidadania e de Saúde, sob a coordenação da Gerência de Políticas para a Mulher. Vai marcar as ações do Dia Nacional de Mobilização pela Saúde da Mulher, celebrado em 28 de maio.

 

Terá participação da assessora técnica da Área Técnica de Saúde da Mulher, Departamento de Ações Programáticas Estratégicas,  da Secretaria de Atenção à Saúde do Ministério da Saúde, pedagoga Cláudia Araújo de Lima, que participará do painel “O papel da Rede Intersetorial de Enfrentamento à violência contra a mulher para a sociedade brasileira”.

 

O seminário tem por objetivo pautar a saúde da mulher com enfoque no enfrentamento à violência que é considerada ainda um fenômeno social e cultural cercados pelo silêncio e pela dor. Romper com as práticas que reforçam o arcaico ditado popular “em briga de marido e mulher ninguém deve meter a colher”, se constitui num grande desafio dos organismos de gestores de políticas públicas para a mulher.

 

O evento acontece durante todo o dia. Além do painel com participação da pedagoga do Ministério da Saúde, está programado um segundo sobre “A estrutura em rede para o enfrentamento da violência contra a mulher no Município de Corumbá”, a cargo da Secretaria de Assistência Social e Cidadania, e “Ações em Saúde e o atendimento às mulheres em situação de violência no Município de Corumbá”, sob responsabilidade da Secretaria de Saúde.

 

Na parte da tarde está programa oficina de trabalho que reunirá a rede de atendimento, técnicos, convidados, conselhos da saúde e da mulher, além de instituições que atuam na área. Representantes das cidades fronteiras da Bolívia e também de Ladário, foram convidados para participar do evento.

 

A oficina vai tratar das estratégias para o enfrentamento da violência contra a mulher em Corumbá 2013/2014; plano integrado de enfrentamento à violência contra a mulher, além de uma proposta de agenda anual de trabalho, ações e metas a serem alcançadas.

 

Reuniões técnicas

 

Antes do seminário, no dia 27, segunda-feira, estão programadas duas reuniões técnicas com participação da pedagoga Claudia Araujo de Lima. Pela manhã, a partir das 08 horas, será com a equipe da Secretaria de Saúde, quando estará em pauta as estratégias em saúde para o enfrentamento à violência contra as mulheres, e à tarde, na Casa dos Conselhos, com a equipe da Assistência Social e Cidadania, sobre atendimento para mulheres em situação de violência.

 

A pedagoga

 

Cláudia Araújo de Lima é Especialista e Mestre em Reabilitação da Pessoa com Deficiência pela Universidade de Salamanca/Espanha; Mestre em Saúde Pública pela Escola Nacional de Saúde Pública da Fundação Oswaldo Cruz na área de Gestão de Redes e Serviços de Saúde; Assessora Técnica da Área Técnica de Saúde da Mulher, Departamento de Ações Programáticas Estratégicas da Secretaria de Atenção à Saúde do Ministério da Saúde. Doutoranda em Saúde Pública na Escola Nacional de Saúde Pública da Fundação Oswaldo Cruz na área de Violência e Saúde.

 

É servidora do quadro permanente do Ministério da Saúde e integra como Titular o Comitê de Monitoramento do Pacto Nacional de Enfrentamento da Violência contra à Mulher, o Fórum Permanente de Enfrentamento da Violência contra Mulheres do Campo e da Floresta, Comitê Técnico de Operacionalização do Plano Nacional de Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas e participa das cooperações internacionais de implementação/operacionalização de ações de enfrentamento da violência contra mulheres, atuando nos últimos 05 anos na cooperação Brasil-Guiné-Bissau-Fundo de População das Nações Unidas e Cooperação Internacional Tripartite Brasil-Cuba-Haiti para o fortalecimento do Sistema de Saúde Haitiano.