Quebra torto tem café da manhã pantaneiro e lançamento de livros

Quebra torto com Letras abriu a programação do segundo dia do 10º Festival América do Sul em Corumbá. Foi na manhã desta quinta-feira, 02, no Instituto Moinho Cultural Sul-Americano. O evento reúne lançamentos literários, bate-papo com convidados e apresentações musicais, tudo acompanhado de um delicioso café da manhã pantaneiro com pratos típico das fazendas da região.

O prefeito Paulo Duarte participou da abertura desta programação e comentou que o evento é de extrema importância e que valoriza a história e cultura da cidade.

“Hoje nós temos aqui, alunos de diversas escolas e isso é importante para que eles conheçam e aprendam mais sobre o lugar onde moram. Por isso queremos trazer para a cidade, mais eventos como esse, que destacam a cultura e a história de Corumbá, para fortalecer esses laços”, comentou.

Na abertura, Hidelbrando Campestrini lançou a série Memórias Sul-Mato-Grosseses, cujo objetivo é resgatar e publicar as obras de interesse sobre a cultura de MS e disponibilizar o mais rico acervo sobre o assunto à população do Estado.

O evento teve participação dos professores da Universidade Estadual de MS (UEMS), Nataniel Gomes e Marlon Leal Rodrigues, que apresentaram a obra “Para o Alto avante”, uma estória em quadrinhos para sala de aula. A prosa teve também a participação de Passoca, cantor, compositor, violeiro e pintor que, com sua música caipira, embalou o sarau do café da manhã.

Programação

O Quebra torto com Letras prossegue amanhã, dia 03, com Lu Tanno e Jair Buchara apresentando Nonenses e As Bruxas de Campo Grande. O primeiro fala de instruções para o amor e para a morte e tem ilustrações da artista plástica Antônia Hanneman. O segundo remete à raiz cultural de Campo Grande, em que se cruzam as tradições históricas e o novo. Quem anima o bate-papo é Célia e Celma, que “Cantando Receitas” ensina a culinária e a cultura popular.

Já no sábado, 4, é a vez de descobrir o paraíso com a obra “Aspectos Biológicos da Reserva Particular do Patrimônio Natural Engenheiro Eliezer Batista”. Também acontece a participação de Laís Camargo e Argus Caruso,despertando o desejo de viajar  com as obras “Livro: bagagens contadas” e “Caminhos e Aventuras”.

O evento é patrocinado pela Petrobras, Governo Federal, Banco do Brasil, Sebrae, Vale e Andorinha. É realizado pelo Governo do Estado, em parceria com a Prefeitura de Corumbá e o Instituto Moinho Cultural Sul-Americano.

O 10º Festival América do Sul continua durante toda a quinta-feira, 02, com feira dos países, artes plásticas, exposição de fotografias, cinema, dança, teatro e shows musicais com as bandas: Bando do Velho Jack (BRA-MS), Abuela Coca (URU) e Cidade Negra (BRA – RJ).