Prefeito reforça pedido por aeronave contra queimadas no Pantanal

O prefeito Paulo Duarte reforçou na manhã desta terça-feira, 21, a necessidade de Corumbá contar com uma aeronave para reforçar as operações de combate a queimadas na região do Pantanal. Foi durante uma audiência em seu gabinete com o superintendente do Ibama (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis) no Estado, Márcio Yule; com o coordenador nacional da Brigada PrevFogo do Instituto, Rodrigo de Morais Falleiro, e com o deputado estadual Amarildo Cruz.

 

“Experiências de anos anteriores nos mostram que, sem uma aeronave, não vamos conseguir combater as queimadas na região pantaneira”, argumentou o prefeito, preocupado em evitar grandes prejuízos ao meio ambiente e, principalmente, à saúde da população.

 

O prefeito lembrou recente encontro que teve em Brasília, com a direção do Ibama, quando solicitou uma aeronave para Corumbá. Segundo ele, a solução imediata seria solicitar a cedência de um helicóptero à Marinha do Brasil. No entanto, aparelho teria que vir de outra região.

 

“A Marinha é uma grande parceira de Corumbá e de Ladário. Tem contribuído bastante com a região. Mas, as aeronaves disponíveis no 6º Distrito Naval, não são ideais para este serviço”, comentou Duarte, reforçando que sem um helicóptero, não terá como “minimizar a situação” durante o período da seca, quando aumentam os focos de incêndio no Pantanal de Corumbá.

 

Apoio financeiro

 

Paulo se dispôs inclusive a dar apoio financeiro para custear, dentro das condições do Município, as operações com apoio de uma aeronave, para combater os incêndios florestais na região. É a favor de um trabalho em parceria com o próprio Ibama e outras instituições, para garantir todas condições necessárias, no sentido de se evitar maiores danos ao ambiente pantaneiro e à saúde da população.

 

O superintendente do Ibama, Márcio Yule, informou que o presidente da instituição, Volney Zanardi Júnior, confirmou que estará em Corumbá em julho, provavelmente no dia 08, para participar do lançamento da nova turma da Brigada PevFogo, que está com inscrições abertas até sexta-feira. O senador Delcídio também deverá estar presente.

 

Yule lembra que o Ibama conta com sete aeronaves locadas para ações de combate a queimadas e outros problemas ambientais. Paulo aproveitou a presença do coordenador nacional da Brigada PrevFogo, Rodrigo Falleiros, para solicitar apoio do mesmo, no sentido de Corumbá ter uma delas à disposição.

 

O coordenador, que ontem esteve em audiência com o comando do 6º Distrito Naval, se dispôs a apoiar as ações de combate a incêndios florestais na região. Citou inclusive a importância de se trabalhar para tornar o grupo que está sendo formado em Corumbá, como uma brigada especializada em Pantanal, a exemplo do que já existe na região do cerrado e da Amazônia.

 

No encontro, discutiu-se também a necessidade de se realizar trabalhos preventivos para evitar grandes desastres. Além dos problemas causados ao meio ambiente e à saúde da população pantaneira, há também preocupação em relação ao turismo, principalmente pelo fato do período de seca, a partir de agosto, ser de alta temporada. As queimadas, no entanto, acabam afastando os turistas da região.

 

O encontro contou com a participação também da diretora-presidente da Fundação de Meio Ambiente, Luciene Deová de Souza, além de outros assessores da Prefeitura, do deputado Amarildo Cruz, e do próprio Ibama.