Prefeito entrega climatização do Estrelinha Verde nesta quinta-feira

O Centro de Educação Infantil Estrelinha Verde é a primeira instituição de ensino de Corumbá que teve suas salas de aula climatizadas pela Prefeitura, como parte de uma proposta do prefeito Paulo Duarte de instalar aparelhos de ar condicionado em 365 salas de 28 estabelecimentos de educação da Rede Municipal, mantidas pela Secretaria de Educação, beneficiando 16,4 mil alunos.

 

A entrega do novo sistema será nesta quinta-feira, 02, às 10 horas, com a presença do prefeito Paulo Duarte que inicia cumprimento de uma meta estabelecida para até o início do primeiro semestre de 2014. “Esta será a primeira instituição de ensino com suas salas de aula climatizadas. Vamos continuar trabalhando e levar o mesmo benefício a todas as salas de aula, melhorando o ambiente e permitindo maiores condições de aprendizado para nossos alunos”, enfatizou.

 

O projeto foi iniciado pelo Estrelinha Verde pelo fato da instituição já contar com os aparelhos de ar condicionado. No local, a Prefeitura executou serviços nas instalações elétricas necessários para receber os equipamentos.

 

A climatização das salas de aula das unidades educacionais da Reme de Corumbá foi anunciada pelo prefeito em janeiro, logo após ele optar por receber seus salários do Governo do Estado (ele é funcionário público estadual lotado na Secretaria de Fazenda).

 

“Já que é o Estado do Mato Grosso do Sul que vai pagar o meu salário, e não a prefeitura, a Administração Municipal terá uma economia. Gosto de trabalhar com metas, por isso vou destinar aquilo que seria pago para mim a uma causa nobre, que é a climatização das salas de aulas das escolas”, afirmou na época.

 

Os aparelhos serão adquiridos com a economia gerada com a isenção do salário do prefeito. O projeto foi iniciado pelo Centro de Educação Infantil Estrelinha Verde, localizado na Rua Porto Carrero, centro da cidade.

 

Ao mesmo tempo, o prefeito reforçou uma solicitação à Secretaria de Educação para fazer um levantamento das instalações elétricas de todas as escolas da Rede Municipal. “Não adianta comprar ar condicionado e não poder usá-los. Temos de preparar o sistema elétrico dessas escolas para que estejam aptas a receber esses equipamentos”, disse.