Prefeito elogia atuação de curso preparatório e quer ampliar parceria

O prefeito Paulo Duarte participou nesta segunda-feira (14) da aula inaugural do programa Conexão dos Saberes. O curso preparatório atende jovens de várias regiões da cidade e faz parte da política de inclusão desenvolvida pelo Ministério da Educação (MEC). Em Corumbá, a primeira turma foi montada em 2005 no bairro Cristo Redentor.

“Começou lá baseado nos indicadores sociais daquela localidade”, explicou a professora Carmen Adélia Saad Costa, coordenadora do Projeto “Curso preparatório pré ENEM”. Em 2010 uma parceria com a Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS) levou as aulas para o Campus do Pantanal, aumentando dessa forma a quantidade de vagas.

“Com isso foi possível colocar em prática as políticas de inclusão social propostas pelo MEC”, complementou o doutor Wilson Ferreira de Melo, diretor do CPAN. O Conexão dos Saberes também tem o apoio do Programa de Educação Tutorial (PET), outro projeto do Governo Federal criado para apoiar atividades acadêmicas que integram ensino, pesquisa e extensão.

“Nosso eixo central é no acesso e na permanência do aluno na universidade”, afirmou tutora do Grupo PET/Conexões, professora Jolise Saad Leite. Os instrutores são alunos do próprio Campus do Pantanal selecionados pelo PET/Conexões. Nesse ano, o cursinho preparatório para o Enem vai beneficiar 50 estudantes.

“Estamos atuando muito forte na questão da Educação em Corumbá. A princípio no Ensino Fundamental, que é obrigação da Prefeitura. Mas também queremos fortalecer ações como essa, que são de fundamental importância para toda a comunidade”, destacou Paulo Duarte. O prefeito reforçou o valor do ensino público de qualidade no desenvolvimento do município.

“Vejo em Corumbá um potencial muito grande. Nós que moramos aqui precisamos nos apropriar da cidade, termos mais participação nas questões sociais, econômicas, culturais e políticas. Precisamos ter corumbaenses ocupando os melhores cargos das empresas instaladas aqui. E isso só vai ocorrer com uma boa formação escolar, com muita capacitação educacional e técnica”, continuou.

“Sei que não é fácil ter um dia todo de trabalho e depois vir para aula. Fiz isso desde os meus 16 anos. Por isso quero parabenizar cada um vocês por estar aqui e dizer tudo isso vale muito a pena”, finalizou. Paulo Duarte ainda aproveitou o encontro para conversar com os estudantes.

Ele respondeu perguntas sobre o transporte coletivo na cidade, o atendimento nos serviços públicos, principalmente na área da Saúde, a construção e entrega de casas populares, as reformas previstas para as escolas de Rede Municipal de Ensino (Reme) e a atuação política para transformar o CPAN na Universidade Federal do Pantanal.