Corumbá selecionada para o Festival Nacional de Danças Folclóricas

A Oficina de Dança do Pantanal de Corumbá é um dos 17 grupos selecionados para participar do 14º Festival Nacional de Danças Folclóricas de Blumenau (Festfolk) que acontece entre os dias 5 e 7 de julho, na cidade de Blumenau, em Santa Catarina. A escolha foi feita entre 30 grupos nacionais que haviam feito suas inscrições junto à Fundação Cultural de Blumenau.

 

A informação é da diretora-presidente da Fundação de Cultura de Corumbá, vice-prefeita Márcia Rolon. Conforme ela, a Oficina de Dança concorreu com a coreografia Cururu e Siriri, manifestações folclóricas típicas da região pantaneira.

 

O gerente de Fomento e Difusão Cultural da Fundação, José Antonio Garcia, lembra que, após dez anos, a Oficina de Dança volta a participar deste festival em Blumenau. “A última vez que participamos do Festfolk foi em 2003. Na época, a Oficina de Dança apresentou a coreografia Comitiva Esperança. Agora, estamos de volta, com o Cururu e Siriri”, disse.

 

A Oficina de Dança, instituição mantida pela Prefeitura de Corumbá por meio da Fundação de Cultura, deve se apresentar com cerca de 30 pessoas. Será também uma oportunidade para mostrar um pouco da tradição do Arraial do Banho de São João de Corumbá, que tem o Cururu e Siriri como destaques, ao lado da descida dos andores pela Ladeira Cunha e Cruz, e o banho das imagem de São João no Rio Paraguai.

 

Tanabi informou também que a comissão selecionadora para avaliação dos 30 grupos inscritos, levou em consideração os seguintes critérios: qualidade artística do grupo; autenticidade das coreografias (para grupos folclóricos); currículo artístico e cultural do grupo; e originalidade da coreografia (para grupos para-folclóricos).

 

Selecionados

 

Além da Oficina de Dança de Corumbá, com o Cururu e Siriri, foram selecionados também os grupos Blumenauer Volkstanzgruppe – Blumenau, com a etnia alemã; Grupo Folclórico Polonês Piascowa – Indaial, com a etnia polonesa; Trachtenverein Eintracht – Blumenau, com a etnia alemã; Grupo Folclórico Teutônia – Blumenau, com a etnia alemã; Programa Dançando na Escola – Escola Municipal Professora Laura Andrade – Joinville, com a etnia brasileira; Papanguarte – Balé Popular de Bezerros – Bezerros (PE), com a etnia brasileira ; Grupo Folclórico Polonês Wesoly Dom – Araucária (PR), com a etnia polonesa; Companhia de Dança Ucraniana Verkhovena – Maringá (PR), com a etnia ucraniana; Grupo de Tradições Folclóricas Tropeiros do Litoral – Itapema, com a etnias açoriana, mexicana, ericeira e gaúcha; Grupo Folclórico Ítalo Brasileiro Nova Veneza – Nova Veneza, com a etnia italiana; Associação Parafolclórica Angelina Blahobrazoff – Balneário de Piçarras, com a etnia russa; Grupo Folclórico Ucraniano Spomen – Mallet (PR), com a etnia ucraniana; Grupo de Pesquisas e Projeções Folclóricas Guararás – Belo Horizonte (MG), com a etnia brasileira; Sünnros Volkstanzgruppe – Jaraguá do Sul, com a etnia alemã; Grupo Universitário de Danças Parafolclóricas Fogança – Maringá (PR), com a etnia brasileira; e Grupo de Dança Folcpopular – Bezerros (PE), com a etnia nordestina brasileira.