Corumbá registra nova queda nos índices de infestação da dengue

A cidade de Corumbá registrou nova queda nos índices de infestação predial pelo mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue. Enquanto na semana epidemiológica 16 a incidência epidemiológica foi de 5,3%, na última levantada, a 17, foi de 2,8%. É o que informa o Centro de Controle de Zoonoses (CCZ), ligado à Secretaria de Saúde da Prefeitura Municipal.

 

Conforme a sanitárias Grace Bastos, chefe do CCZ, a redução de 50% de uma semana para a outra, se deve justamente às ações realizadas pelas equipes de agentes de endemias, como remoção de materiais apropriados para procriação do mosquito, com a consequetente eliminação e tratamento dos locais com focos. “Esse trabalho, no momento, está refletindo de forma positiva. A infestação da larva do Aedes esta diminuindo, e isto resulta na diminuição das notificações”, explicou.

 

Nas primeiras 17 semanas epidemiológicas, Corumbá registrou 1.772 notificações da doença. Conforme Grace, houve uma redução sensível nas três últimas semanas (78, 65, 44) em relação à semana 14 (110). Os casos positivos até agora chegam a 267, dos quais oito do tipo 4, já isolados na cidade. Como se sabe, a população está susceptível a este tipo da doença.

 

Grace comenta que a Prefeitura está em constante campanha de combate e prevenção à doença com ações como controle químico e mecânico; educativas com palestras inclusive nas feiras; remoção de pneus; capacitações na Bolívia, além das parcerias estabelecidas com outras instituições, inclusive com a Gerência da Mulher, que está desenvolvendo o projeto Mulher no Combate a Dengue.

 

LIRAa

 

Nesta quinta-feira, 02, foi iniciado o terceiro ciclo do Levantamento de Índice Rápido do Aedes aegypti (LIRAa) para detectar a incidência de infestação do mosquito na região urbana de Corumbá. O trabalho está sendo desenvolvido pelas equipes de agentes de endemias do CCZ e será importante para estabelecer as ações de prevenção e combate da doença na cidade.