Superintendência da Pesca quer parceria da Prefeitura na piscicultura

Depois de realizar um sobrevôo na região dos Arrombados do Taquari, o prefeito Paulo Duarte e o Secretário de Produção Rural, Pedro Lacerda participaram de um encontro com o Superintendente de Pesca e Aquicultura em Mato Grosso do Sul, Luiz David Figueiró. O encontro aconteceu nessa quinta-feira (04), na fazenda Porto São Pedro, localizada no Paiaguás. Também estavam presentes representantes do Sindicato Rural de Corumbá, da Ong SOS Taquari e de proprietários rurais.

 

O principal assunto discutido foi a implantação de um projeto de incentivo à piscicultura no Pantanal. A ideia é começar com a formação de unidades demonstrativas para criação de peixes nativos e futuramente fazer com que as grandes propriedades localizadas na região se integrem ao projeto formando as chamadas fazendas aquícolas. “Nós já temos um projeto pronto na Superintendência, mas estamos percorrendo a localidade com uma equipe multidisciplinar, formada por engenheiros agrônomos, ambientais e biólogos, para subsidiar melhor esse projeto”, explica o superintendente, “Queremos a parceria do poder público municipal nessa empreitada”, completa.

 

Figueiró explicou, ainda, que a implantação desse projeto irá contribuir para o desenvolvimento econômico local e que, além de proporcionar mais emprego e renda, contribuirá para a redução da pesca predatória e conseqüente redução dos estoques pesqueiros nos rios pantaneiros. “Com as fazendas aquícolas, os peixes que estão nos rios serão poupados e estarão à disposição para outras modalidades que não a pesca comercial”, analisa Luiz David.

 

O prefeito Paulo Duarte se mostrou bastante satisfeito com a reunião e o interesse da Superintendência, ligada diretamente ao Ministério da Pesca e Aquicultura, em implantar esse projeto no Pantanal. “A nossa região é riquíssima. Aqui existem vários locais onde a água é ideal para a criação dos peixes nativos. Essa é uma grande oportunidade para viabilizar a atividade e torná-la o grande fator de geração de emprego e renda para Corumbá”, comemora o prefeito.

 

Logo em seguida à reunião, o prefeito, o superintendente e o proprietário de Porto São Pedro saíram de barco, para conhecer um pouco da propriedade. O local de parada da embarcação foi um imenso corixo, rodeado por um campo de arroz selvagem, onde a água é tão pura e límpida que serve até para o consumo.