Reunião define funções das secretarias na nova gestão do terminal rodoviário

Uma semana após a assinatura e publicação do Decreto 1.161, que transfere a gestão e gerenciamento das operações do terminal rodoviário intermunicipal à Fundação de Turismo do Pantanal (FUNDTUR/PANTANAL), foi realizado no Centro de Convenções Miguel Gómez uma reunião entre representantes das agências, fundações e secretarias que darão apoio a essa gestão.

 

Com processo licitatório em fase final, a rodoviária deve passar em breve por uma reforma emergencial, que inclui o reparo da infraestrutura elétrica, dos telhados, dos banheiros, das áreas de acessibilidade e pintura geral.

 

A Secretaria de Infraestrutura, Habitação e Serviços Urbanos (Seinfra) comandará essa reforma e também implantará portões de embarque e desembarque, bem como a limpeza do entorno. A Gestão Pública levantará o patrimônio do terminal, a situação legal de todos os funcionários e empresas que trabalham no local, enquanto à Fundação de Desenvolvimento Urbano e do Patrimônio Histórico (FUPHAN) caberá o reordenamento de uso e ocupação do solo e do espaço do terminal, que tem um fluxo médio de 20 mil pessoas por mês.

 

A pasta de finanças cuidará do orçamento que será dirigido a cada secretaria, fundação e autarquia a partir de uma definição clara da função de cada área na nova gestão do terminal. Para isso, a FUNDTUR/PANTANAL fará um regimento interno do terminal rodoviário, conjunto de normas e procedimentos que balizarão o funcionamento do local.

 

A Guarda Municipal e a área de Segurança Pública cuidarão da segurança do terminal e estudam a instalação de câmeras de monitoramento no local. Além disso, articularão com a Polícia Militar uma ação permanente para o reforço dos passageiros, usuários e empresas do terminal. O diálogo com a Polícia Federal também será retomado, afim de prevenir e reprimir ativamente no terminal rodoviário o tráfico ilícito de entorpecentes e drogas, contrabando e outros crimes interestaduais e internacionais.

 

A Agetrat fiscalizará o trânsito no perímetro do terminal rodoviário, além dos taxistas e moto-taxistas que atendem o local. “Cada área representada é responsável por alguma coisa, por isso o objetivo deste encontro é o de levantar todas as necessidades, demandas e desafios da rodoviária para essa nova gestão moderna e participativa”, disse Hélènemarie Dias Fernandes, diretora-presidente da FUNDTUR/PANTANAL, nova pasta gestora do terminal. “Trata-se do primeiro momento, o impacto inicial do turista que chega de ônibus na nossa cidade e um equipamento importante para toda a população”.

 

Além da FUNDTUR/PANTANAL, estiveram presentes na reunião representantes da Secretaria Municipal de Governo; de Finanças e Planejamento; de Gestão Pública; de Infraestrutura, Habitação e Serviços Urbanos (Seinfra); Fundação de Desenvolvimento Urbano e do Patrimônio Histórico; da Agência de Trânsito e Transporte (Agetrat); Segurança Pública; da Gerência de Ações da Defesa Civil; da Controladoria Geral do Município; da Procuradoria Geral do Município; e da Guarda Municipal.