Prefeito se emociona ao voltar à escola ribeirinha que ajudou a construir

Nesta terça-feira, 16, o prefeito Paulo Duarte viajou até  a extensão Paraguai-Mirim da Escola Municipal Rural Pólo Esperança, onde pode reviver uma bela história que marcou sua trajetória política.

 

Em 2004 a TV Morena levou ao ar uma reportagem, produzida pela jornalista Claudia Ghaiger, que denunciava a situação das crianças da região que, sem escola, passavam a madrugada catando iscas para os pescadores e correndo risco de morte.

 

O fato comoveu Paulo Duarte, na época Chefe da Casa Civil do Governo Zeca, que trabalhou incansavelmente até conseguir as verbas para a construção de uma escola na região do Paraguai-Mirim. Um ano depois, em 2005, o Governo inaugurou a extensão Paraguai-Mirim, incluindo as crianças da região na rede municipal de educação e tirando-as da situação de trabalho infantil e de vulnerabilidade social.

 

Durante a visita na extensão Paraguai-Mirim, Paulo Duarte teve a oportunidade de voltar ao local como prefeito eleito e assistir a apresentação de capoeira de duas daquelas crianças, hoje adolescentes, os irmãos Rener e Joselaine da Silva Camargo.

 

“Estive aqui na inauguração e lembro-me deles. Eles simbolizam a mudança de vida que a educação pode proporcionar a uma criança, principalmente em regiões tão remotas e carentes como esta”, disse, em tom emocionado.