População conta com 14 postos de vacinação contra gripe neste sábado

A população corumbaense contará com 14 postos de vacinação neste sábado, 20, Dia D da Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza. A imunização acontece no período das 08 às 17 horas e a abertura oficial será na unidade de saúde da Popular Velha, às 08h30.

 

A campanha foi aberta na segunda-feira, 15, e vai até 26 de abril. Este ano a meta estabelecida é imunizar um total de 16.786 pessoas, entre crianças, trabalhador em saúde, gestantes, puérperas, indígenas e idosos. O slogan da campanha é ‘Quem lembra da vacina se protege da gripe’.

 

Durante todo o sábado, a vacina pode ser encontrada nas unidades de saúde Dom Bosco, localizada na Alameda das Laranjeiras, 170, Bairro Dom Bosco; Luis Fragelli, na Rua Eugênio Cunha s/n, Universitário; Gastão de Oliveira, na Rua Nossa Senhora da Conceição s/n, Maria Leite; Vitória Régia, na Rua Rio Grande do Sul s/n, Cristo Redentor; Fernando Moutinho, na Rua Rio Grande do Sul s/n, Cristo Redentor; Kadwéus, na Rua Cyríaco de Toledo s/n, Kadwéus; Paulo Maisato, na Rua Cyríaco de Toledo s/n, Nova Corumbá.

 

Vão estar atendendo também as unidades São Bartolomeu, na Rua Pernambuco s/n, João de Deus; Dr. Humberto Pereira, Rua Luis Feitosa Rodrigues, 2.081, Nossa Senhora de Fátima; Aeroporto, na Rua Alan Kardec, lote 09, Aeroporto; Centro Saúde da Ladeira, na Ladeira Cunha e Cruz s/n, Centro; Popular Velha, na Rua Teodomiro Serra s/n, Popular Velha; Ênio Cunha, na Alameda Tamengo s/n, Cervejaria, e na unidade de saúde Breno de Medeiros, na Rua Cyríaco de Toledo s/n, Bairro Popular Nova.

 

Os trabalhos estão sendo coordenados pela Secretaria de Saúde da Prefeitura, por meio da coordenadoria geral de Vigilância em Saúde. Segundo o responsável pelo setor de imunização, enfermeiro Wangley Bento de Campos, o problema ocorrido no início da semana que acabou ocasionando a perda de cerca de 18 mil doses da vacina, a campanha não sofrerá prejuízos.

 

Como se sabe, vândalos arrombaram e desligaram a chave geral de energia do almoxarifado, ocasionando perda de dois lotes da vacina e outros medicamentos que estavam guardadas em um refrigerador utilizado para este fim. O caso somente não prejudicou o início da campanha pelo fato de que, antes, a equipe da Saúde já havia distribuído duas mil doses nos postos de vacinação.

 

Agora, para atender o Dia D, mais seis mil doses foram encaminhadas para Corumbá, via Estado. Beatriz da Silva Assad, coordenadora de Vigilância em Saúde, informou que o restante chega no início da próxima semana, atendendo solicitação feita ao Ministério da Saúde, após o fato ocorrido na noite de domingo para segunda-feira.

 

Imunização continua

 

O caso de vandalismo, apesar do prejuízo causado aos cofres públicos, não atrapalhou o andamento da campanha que, esta semana, está acontecendo em algumas unidades de saúde que contam com salas de vacina.

 

Durante os dias da semana as doses podem ser encontradas na unidades do Dom Bosco e Gastão de Oliveira, na segunda, quarta e sexta-feira; Vitória Regia, Fernando Moutinho e Paulo Maisato, de segunda a sexta no período vespertino; na Popular Velha e na Ladeira, às terças e quintas, e nas unidades Ênio Cunha e no Breno de Medeiros, de segunda à sexta, no período matutino.

 

Meta

 

Este ano a meta é vacinar 2.994 crianças de 6 meses a menores de 2 anos; 2.155 trabalhadores em saúde; 1.497 gestantes; 246 puérperas com até 45 dias pós parto; 165 indígenas (de todas as idades), e 9.729 idosos com idade acima de 60 anos.

 

A vacina protege contra os três principais vírus de gripe que circulam no hemisfério sul, inclusive a Influenza A (H1N1). “Tomamos todas as providências necessárias para a realização da campanha, inclusive com a disponibilização de postos de vacinação durante a semana toda, até dia 26”, disse Wangley.