Índices caem, mas preocupação com a dengue continua em Corumbá

A Prefeitura de Corumbá se mantêm em alerta e intensifica ainda mais as ações de prevenção e combate à dengue. O índice durante o mês de março caiu para 4,5%, abaixo de fevereiro (5,5%). Os números foram apresentados na manhã desta quinta-feira, 11, pelo Centro de Controle de Zoonoses (CCZ), ligado à Secretaria de Saúde, durante reunião do Comitê Municipal de Combate à Dengue.

 

“Os índices estão em queda na cidade e isto se deve às ações intensificadas em toda a área urbana, principalmente pelo controle químico”, informou a chefe do CCZ, Grace Bastos. Ela, no entanto, diz que os trabalhos devem continuar de forma intensa, de forma integrada, para chegar ao índice aceitável pelo Ministério da Saúde, que é de até 1%.

 

Outra boa notícia é que o CCZ constatou numa redução do índice de infestação pelo mosquito Aedes aegypti nos reservatórios localizados a nível de solo. No início de março, quando da realização do Levantamento de Índice Rápido do Aedes aegypti (LIRAa), este tipo de depósito era responsável por 60,2% da infestação. Hoje, caiu para 52%.

 

Em segundo lugar aparece depósito móveis (vasos e pratos, frascos com plantas, bebedouros de animais, etc.), com 18,90%, seguido de depósito fixo (calha, lage, ralos, sanitários em desuso, etc…), com 11,5%, e lixo, com 11,34%. “Houve um aumento nestes dois últimos e isto nos preocupa”, observou, já planejando ações mais concentradas para redução da incidência.

 

Números

 

Outros dados apresentados na reunião, por parte da Vigilância Epidemiológica, estão relacionados às notificações e casos confirmados da doença. Até a semana 14, início de abril, a cidade já havia registrado 1.585 notificações, sendo 213 positivos, confirmados por laboratório.

 

O centro é o principal responsável com 246 notificações e 41 casos positivos. Já o Bairro Universitário está com 92 notificações e 21 positivos, enquanto a Popular Nova apresentou 130 notificações e 20 positivos.

 

Durante a reunião a Secretaria de Saúde informou que já foram detectados cinco casos da dengue tipo 4 na cidade, todos já isolados pelas equipes de agentes de endemias do CCZ. São dois casos no centro e os outros três nos bairros Aeroporto e Nova Corumbá, e um no Loteamento Pantanal.