Fomenta aproxima órgãos públicos das grandes e pequenas empresas

No encerramento do Fórum Regional de Desenvolvimento em Corumbá, um dos destaques foi a realização do Fomenta, evento que visa aproximar órgãos públicos e grandes empresas dos pequenos negócios, para que estes conheçam os procedimentos necessários para fornecer produtos e serviços.

 

“A geração de negócios, neste caso, acontece em um segundo momento, pois as micro e pequenas empresas passam por um processo de qualificação ou devem participar dos procedimentos legais para fornecimento, no caso do setor público”, explica Carlos Alberto do Valle, técnico do Sebrae no MS.

 

André Simões, superintendente de compras da Prefeitura Municipal de Corumbá, faz uma avaliação positiva do encontro. “Daqui começa a surgir muita nova, pois fomentamos o contato e resgatamos a credibilidade do ente público com o empresariado”, salienta. Segundo ele, dez empresas foram cadastradas, duas deles, para disponibilizar areia fina. “Tivemos uma licitação neste ano em que não houve fornecedor para este produto. Agora, na próxima, estas empresas já concorrerão”.

 

Há 28 anos atuando na cidade, o empresário Antônio Mira afirma que a ocasião foi importante para checar as exigências existentes, poder se planejar e adequar os processos de fornecimento de produtos e prestação de serviços. “Estas grandes empresas possuem várias preocupações ambientais e na área de segurança de trabalho, que muitas vezes são necessários altos investimentos no meu próprio negócio”, ressalta.

 

Network e desenvolvimento local

 

Vindo de Miranda, Elton Karru, proprietário de empreendimento nos setores de construção e cerâmica, destaca que conseguiu fazer com que a empresa ficasse conhecida tanto entre as grandes quanto as pequenas que também faziam parte das negociações. “Todos são possíveis clientes”, afirma.

 

O gerente da fábrica da Votorantim em Corumbá, Orlando Silva, também atenta para a oportunidade de se conhecer novas empresas com as quais o grupo ainda não tinha contato. “A aproximação com os empresários da região é uma das diretrizes que temos em nosso programa de sustentabilidade, que busca promover o desenvolvimento local”.

 

Ainda segundo ele, a empresa criou uma “via de mão dupla”, já que disponibiliza que empreendedores locais conheçam o funcionamento da fábrica e, ao mesmo tempo, se coloca à disposição para checar em quais pontos os pequenos negócios precisam se adequar para atender à demanda.

 

O evento

 

O Fórum Regional de Desenvolvimento foi realizado pelas seguintes entidades que compõem o Sistema “S”: Sebrae, Sistema Fiems (Sesi e Senai), Sistema Fecomércio (Sesc e Senac) e Sistema Famasul (Senar).

 

O evento, que foi realizado na semana passada no Centro de Convenções do Pantanal, teve apoio da Assomasul, Associação Comercial e Empresarial de Corumbá, Banco do Brasil, BID, Fomin, Caixa Econômica Federal, MS Sem Fronteiras, TCE/MS e Prefeitura Municipal de Corumbá. (Assessoria do Sebrae/MS)