Festival tem exposição Filhos da América no Caminho dos Navegantes

Integrará a programação do 10° Festival América do Sul, a exposição “Filhos da América no Caminho dos Navegantes”, que abre dia 1° de Maio no Espaço Cultural Gastronômico Rodeio, que fica na rua 13 de Junho, n° 760, em Corumbá. A iniciativa é uma realização da Mbayart – Núcleo de produções artísticas de MS e tem a curadoria de Jonir Figueiredo.

 

O evento é uma mostra coletiva de 18 artistas visuais de Campo Grande, Corumbá, Dourados, Aquidauana e Coxim, com obras criadas em diversas técnicas, entre elas, pintura, gravura, desenho e escultura. Entre os nomes figuram Adilson Schieffer, Andrea Luz, Antonio Lima, Blanche Torres, Clara Rahe, Cecílio Vera, D’Anunciação, Galvão Pretto, Ilca Galvão, Jonir, Julio Cesar, Marlene Mourão, Marilena Grolli, Patrícia helney, Pedro Guilherme, Rosilene Rosa e Suely Hegito.

 

“Os artistas nascidos ou residentes em Mato Grosso do Sul consideram-se os verdadeiros latinos-americanos, já que o nosso Estado localiza-se no coração do Brasil e da América do Sul, além de fazermos fronteira com a Bolívia e o Paraguai. O grande homenageado do festival neste ano é o Rio Paraguai, que foi o grande caminho de integração da América Latina. Nós artistas visuais de MS compartilhamos dessa homenagem interagindo por meio da nossa arte, com outros “hermanos” neste grande encontro do 10° Festival América do Sul”, explicou o curador Jonir Figueiredo.

 

A exposição tem o apoio cultural da Associação de Artistas Pásticos Profissionais de MS, Fundação Municipal de Cultura, Fundação de Cultura de MS, Governo do Estado de MS e Água Mineral Pôr do Sol. (Assessoria do FAS)