Corumbá lidera ranking da FETEMS com o maior salário do magistério

A Prefeitura de Corumbá é a que melhor remunera os professores da Rede Municipal de Ensino (Reme) em todo o Mato Grosso do Sul. É o que aponta o ranking 2013 da Federação dos Trabalhadores em Educação de Mato Grosso do Sul (FETEMS), divulgado nesta segunda-feira, 22 de abril. Por 40 horas/aula, os educadores em início de carreira, recebem um salário de R$ 2.456,00, superior ao de Campo Grande, que é de R$ 2.382,05, e 56,7% superior ao piso nacional da categoria, que hoje é de R$ 1.567,00.

 

Além da remuneração, Corumbá também atende integralmente o período de 1/3 da carga horária para a chamada hora-atividade para planejamento de aulas. Hoje, em todo Estado, apenas 35 dos 79 municípios, conforme a FETEMS cumprem integralmente a determinação do Ministério da Educação (MEC).

 

O ranking revela ainda que, dos 79 municípios sul-mato-grossenses, 24 deles estão com piso salarial acima do piso nacional, além da Rede Estadual de Ensino, cujo valor é de E$ 1.810,05. Não há informações da cidade de Caracol que, em 2012, ocupava a terceira posição com uma remuneração de R$ 2.067,80.

 

Outras cidades que pagam os seus professores acima do piso nacional são Paranaíba, Naviraí, Paranhos, Nova Alvorada do Sul, Costa Rica, Água Clara, Bataguassu, Ribas do Rio Pardo, Aparecida do Taboado, Ladário, Anaurilândia, Antonio João, Bonito, Bandeirantes, Juti, Coxim, Figueirão, Anastácio, Fátima do Sul, Aquidauana, Sonora e Alcinópolis.

 

Outras 16 cidades pagam o piso nacional. São elas: Aral Moreira, Bela Vista, Brasilândia, Cassilândia, Coronel Sapucaia, Douradina, Eldorado, Guia Lopes da Laguna, Itaporã, Maracaju, Rio Negro, São Gabriel, Terenos, Três Lagoas, Ponta Porá e Vicentina. As demais cidades não pagam o piso nacional ou estão em total descompasso com o mesmo. Já cinco municípios, Glória de Dourados, Ivinhema, Nova Andradina, Rochedo e Santa Rita do Pardo, não tiveram os valores revelados, já que na carreira do magistério não está previsto o nível médio.