Corumbá garante R$ 7,4 mi para aplicar na estrutura física da saúde

A cidade de Corumbá garantiu R$ 7,4 milhões para aplicar em obras na estrutura física da rede pública de saúde. A confirmação aconteceu na segunda quinzena de março durante um encontro do prefeito Paulo Duarte com representantes da Caixa Econômica Federal. De imediato, estão autorizados R$ 4,5 milhões.

 

A notícia foi um dos destaques destes primeiros 100 dias da administração do prefeito Paulo Duarte que comemorou. “R$ 4,5 milhões já estão disponíveis na Caixa. Agora, juntamente com a Secretaria de Infraestrutura, faremos os projetos para reforma e readequação do Pronto Socorro, reforma de Unidades Básicas de Saúde e para a reforma do Centro de Saúde da Mulher. Nossa meta é iniciar o processo licitatório já no segundo semestre”, informou o prefeito na época.

 

Paulo informou que a verba vai garantir melhoria da estrutura de atendimento da saúde em Corumbá. Foi assegurada no final de 2012 por meio de emendas da bancada integrada pelos deputados federais Vander Loubet (PT-MS), Reinaldo Azambuja (PSDB-MS) e Henrique Mandetta (DEM-MS), que contou com apoio fundamental do ministro da Saúde, Alexandre Padilha, e do senador Delcídio do Amaral.

 

Para dispor dos recursos, a administração municipal tem um prazo até setembro para entregar os projetos de reforma. O prefeito, no entanto, tem pressa e garante que os projetos estarão à disposição da Caixa bem antes disso e assinar esse contrato ainda no primeiro semestre.

 

“Incumbimos um engenheiro para cuidar exclusivamente da elaboração e encaminhamento desses projetos. Até junho queremos assinar o contrato com a Caixa para dar início às obras no segundo semestre”, reforçou após o encontro com os representantes da Caixa Econômica Federal, o gerente Filial de Desenvolvimento Urbano e Rural da Caixa, José Luiz Silva, e o gerente geral da Caixa Econômica Federal de Corumbá, Edmound Domingos Mali Nasr.