Corumbá e Bento Gonçalves empatam no Dança da Galera do Faustão

Com um show pirotécnico e mais de 20 mil pessoas no Porto Geral, Corumbá comemorou sua participação no Dança da Galera, no programa Domingão do Faustão. O empate com Bento Gonçalves, do Rio Grande do Sul, foi recebido com muita festa na noite deste domingo na maior cidade pantaneira.

 

A festa começou antes mesmo da apresentação. Mais de 20 mil pessoas se reuniram no Porto Geral, com muita música e diversão. Foi uma vibração contagiante e, no final, o resultado agradou a todos. O importante foi a conquista do prêmio (as duas cidades ganharam R$ 100 mil, cada uma, para a Pastoral da Criança), além de ter mostrado as belezas da Cidade Branca e do Pantanal para todo o Brasil e para o mundo.

 

O prefeito Paulo Duarte acompanhou de perto todos os movimentos e, logo após Fausto Silva anunciar o resultado, ele se dizia satisfeito: “Fomos vitoriosos. Mostramos a força do nosso povo. Duas Pastorais ganharam, crianças serão beneficiadas em dobro. O povo corumbaense cumpriu sua missão. Nossa auto-estima foi valorizada. Estamos felizes”.

 

Logo após a votação, o site da Rede Globo (Domingão do Faustão) divulgou o resultado, contando um pouco mais das duas cidades participantes. Confira a matéria na íntegra:

 

Os telespectadores do Domingão puderam conhecer um pouco mais de algumas cidades do Brasil com a segunda temporada do Dança da Galera. Na disputa entre as cidades de Bento Gonçalves (RS), com a música “Vira, Virou”, de Kleiton e Kledir, e Corumbá (MS), “Comitiva Esperança”,  composição de Almir Sater e Paulo Simões, deu empate. As duas cidades ganharam nada menos que R$ 100 mil para a Pastoral da Criança.

 

Bento Gonçalves

 

Representante da região Sul, Bento Gonçalves fica no Rio Grande do Sul, a 124 quilômetros da capital Porto Alegre. Conhecida com a Terra do Vinho, possui aproximadamente 107 mil habitantes e tem forte influência italiana. A economia da cidade gira em torno da uva (Vitivinicultura) e do polo moveleiro. A população da cidade esteve bastante comprometida durante as gravações, havendo mais de 1600 inscritos para participar do quadro.

 

Os atores Monique Alfradique e Sérgio Marone foram os embaixadores de Bento Gonçalves. A atriz relata o que mais chamou atenção no interior gaúcho: “A beleza do parreiral, a gente chegou na época da colheita”. Já Marone comenta o processo de mobilização na cidade: “Entramos nos comércios, fomos nos parreirais para convocar a população. Fizemos um auê. Foram três dias de inscrições.”

 

Curiosidades de Benton Gonçalves

 

•     1635 pessoas se inscreveram;

•     Foi preciso 5 mil litros de água para hidratar a galera;

•     8 mil cachos de uva;

•     8 mil pacotes de biscoito;

•     3000 capas de chuva;

•     Uma equipe de aproximadamente 35 voluntários da cidade trabalhou nessa produção;

•     Foram 5 dias de ensaio. Ao todo, 20 Horas;

•     11.350 metros de tecido foram usados nas roupas do ensaio e coreografia;

•     500 chapéus adornaram o figurino; e

•     1.800 bambolês foram usados na coreografia.

 

Corumbá

 

Já Corumbá, cidade representante da região Centro Oeste, fica a 420 quilômetros da capital Campo Grande e tem 104 mil habitantes. Ela é conhecida como a Capital do Pantanal, já que 95% do seu território é ocupado pelo ecossistema. O Pantanal tem quase duas mil espécies de plantas identificadas. Assim como é Bento Gonçalves, foram cinco dias de ensaio totalizando 20 horas de trabalho para que tudo desse certo no dia da apresentação.

 

O ator Ricardo Pereira e a modelo Fernanda Motta são os embaixadores da cidade. “Fiquei impressionada com a mobilização dos moradores. Eles fizeram em prol da dança. Fomos nas rádios, na TV, nas escolas… Aprontamos. Fomos parar no Pantanal. Batemos o recorde de inscrições em Corumbá, em dois dias”, explica ela. “Quando começa o ensaio, é uma coisa muito louca. Você começa a ver quem leva jeito, mas a galera ia em peso.Todo mundo dança, não tem idade. São muitas horas de ensaio”, comenta o ator.

 

Curiosidades de Corumbá

 

•     2048 pessoas participaram na Dança da Galera;

•     8 mil copos de água foram consumidos durante os ensaios;

•     12 mil sanduíches foram distribuídos;

•     3.000 capas de chuva foram usadas para proteger os participantes;

•     Aproximadamente 50 voluntários trabalharam;

•     Foram 5 dias de ensaio – 20 horas de trabalho –  para que tudo desse certo no dia da apresentação;

•     10.500 metros de tecido foram gastos; e

•     1.800 leques foram usados na coreografia.

 

Para produzir o quadro, a equipe do programa viajou pelas seis regiões do Brasil rodando 30 mil quilômetros em quase dois meses de gravações. Nos próximos dois domingos estarão competindo outras quatro cidades: Guarapari (ES), Botucatu (SP), Corumbá (MS), Coruripe (AL) e Cruzeiro do Sul (AC).

 

Acompanhe no link abaixo, tudo que rolou nas duas cidades neste domingo e no Domingão do Faustão.

 

http://tvg.globo.com/programas/domingao-do-faustao/danca-da-galera/noticia/2013/04/segunda-temporada-danca-da-galera.html