Bambas do Samba trazem sucessos dos carnavais cariocas para festival

A reunião de grandes nomes do samba nacional deu origem ao show Bambas do Samba, que vai reunir Neguinho da Beija-Flor, Noca da Portela e Adilson Bispo para animar o público nesta primeira noite do 10º Festival América do Sul, que acontece de hoje até domingo em Corumbá.

 

O espetáculo que traz a apresentação de três grandes nomes do samba brasileiro reunidos em um só show acontece esta noite, às 22 horas, no Palco das Américas. Os sambistas trazem ao festival um repertório de sucessos e sambas enredos, para abrir a primeira noite de shows em grande estilo e samba no pé.

 

Acompanhados de uma banda experiente nos carnavais cariocas, os três compositores e intérpretes se intercalam numa apresentação que promete entrar para a história da cidade de Corumbá.

 

O show vai reunir o intérprete oficial da escola de samba carioca Beija-Flor de Nilópolis, Neguinho da Beija-Flor, que popularmente é conhecido por seu bordão “Olha a Beija-Flor aí, gente!”. Ele é considerado um dos mais carismáticos intérpretes do carnaval carioca.

 

O compositor Noca da Portela compôs sambas para diversos blocos, agremiações carnavalescas e escolas de samba antes de ingressar na Portela, levado por Paulinho da Viola, em 1967. Nesse mesmo ano lançou uma de suas músicas mais famosas da agremiação, “Portela Querida”. Noca classificou seus sambas em concursos e teve músicas gravadas por MPB-4, Eliana Pittman, Alcione, Maria Bethânia e outros, totalizando mais de 300 composições gravadas.

 

Para completar o trio de sambistas o cantor, compositor e instrumentista Adílson Bispo também fará parte do Bambas do Samba. Adílson começou a escrever sua história na música em 1981, mas foi em 1984 que emplacou seu primeiro sucesso “Coração Feliz”, gravado por Beth Carvalho. O cantor tem mais de 150 músicas gravadas por grandes nomes do samba como Almir Guineto, Alcione, Emilio Santiago, Zeca Pagodinho entre outros.

 

O 10º Festival América do Sul acontece entre os dias 1º e 5 de maio, na cidade de Corumbá e conta com patrocínio da Petrobras, governo federal, Banco do Brasil, Sebrae, Vale e Andorinha. É realizado pelo governo do Estado, em parceria com a Prefeitura de Corumbá e o Instituto Moinho Cultural Sul-Americano. (Assessoria do FAS)