Ato de vandalismo causa perda de lotes com 20 mil vacinas contra gripe

O almoxarifado da Secretaria de Saúde da Prefeitura de Corumbá, localizado na Rua Dom Aquino, foi alvo de ações de vândalos que culminaram com a perda de dois lotes com 10 mil doses, cada, de vacina contra a gripe, que seriam destinado às Unidades Básicas de Saúde para a Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza, aberta na segunda-feira, 15.

 

A ação aconteceu nesta semana, na madrugada de domingo para segunda-feira. O local, onde estão armazenados medicamentos e demais suprimentos que abastecem a rede municipal de saúde, amanheceu arrombado por criminosos, que danificaram o relógio de energia elétrica, interrompendo o fornecimento de energia ao prédio. Nenhum item foi furtado, porém o ato de vandalismo ocasionou a perda dos dois lotes de vacina contra o vírus da gripe (Influenza), que estava acondicionado na câmara fria do almoxarifado.

 

Apesar de não haver constatação sobre o dano às vacinas, por precaução a Secretaria da Saúde de Corumbá optou por devolvê-las ao Ministério da Saúde, órgão que promove e patrocina a Campanha nacional de Vacinação contra a Influenza, que protege contra os três principais vírus da gripe que circulam no Hemisfério Sul, inclusive o Influenza A (H1N1).

 

A prefeitura de Corumbá, no entanto, segue firme com a meta estipulada, de até o dia 26 de abril imunizar um total de 16.786 pessoas, entre crianças, trabalhadores em saúde, gestantes, puérperas, indígenas e idosos. A Secretaria de Saúde informou que nem todas as vacinas estavam no almoxarifado, uma vez que boa parte já havia sido distribuída às unidades da saúde para a campanha, iniciada nesta segunda.

 

O ato de vandalismo foi registrado em Boletim de Ocorrência ainda no dia 15 de abril na 1ª Delegacia de Polícia de Corumbá. A Polícia Civil investiga esta e outras duas ocorrências (de 25 de outubro e 4 de abril), ocorridas nos almoxarifados da Dom Aquino e também da Rua Firmo de Matos, que culminaram com o furto de materiais de limpeza da Saúde.

 

A administração municipal garante que este e outros delitos contra o patrimônio público não ficarão impunes e já tomou medidas para garantir mais segurança aos prédios dos órgãos, secretarias, fundações e autarquias da prefeitura.

 

O almoxarifado da prefeitura fornece medicamentos e suprimentos diversos às 36 unidades da rede municipal, bem como aos 46 programas de saúde e ações sazonais, como o Povo das Águas, Passo do Lontra e assentamentos. O setor também é o responsável pela análise dos produtos a serem licitados, ação implantada na atual administração para conferir mais controle e transparência ao processo.