Trabalho conjunto foi determinante para melhorias nos assentamentos

No dia 1º de janeiro de 2013, quando tomou posse, o prefeito Paulo Duarte criou uma comissão exclusivamente voltada para solucionar o problema da falta de água nos assentamentos de Corumbá. Nesta sexta-feira, 08, 67 dias depois, os primeiros resultados começam a ser apresentados aos pequenos produtores rurais do município. O investimento de R$ 4,4 milhões anunciado pelo Incra/MS foi, de acordo com o prefeito, resultado de amplo trabalho conjunto.

 

“Esse momento só acontece fruto da união de forças. Aqui não tem nenhum salvador da pátria”, afirmou o chefe do Executivo municipal durante o ato da assinatura da ordem de serviço e dos termos de compromisso para melhorias no São Gabriel, Tamarineiro II Norte, Tamarineiro II Sul, Paiolzinho e Taquaral. “Tenho procurado todas as instâncias, o governo do Estado, o governo Federal, a Câmara de Vereadores, o setor privado, a Assembléia e os deputados federais”, continuou, enfatizando a ajuda recebida do senador Delcídio do Amaral.

 

“Desde o empenho de R$ 7 milhões para a área da Saúde ainda no mês de dezembro, a inclusão de Corumbá no PAC das Cidades Históricas e recursos na área de infraestrutura, a presença do senador Delcídio foi fundamental, assim como foi para a liberação desses quase R$ 5 milhões que serão investidos aqui”. O prefeito também agradeceu o empenho de toda sua equipe de governo, representada pelo secretário municipal de Produção Rural, Pedro Lacerda, e dos assentados, que tem assento na secretaria com o líder comunitário Jairto Moreira.

 

O trabalho conjunto proposto pelo Município foi elogiado pelo superintendente do Incra no Estado, Celso Cestari. “Fico honrado, enquanto na administração do Incra, com essa parceria que nós formamos tão rapidamente. Com menos de três meses de seu governo, já vemos várias coisas acontecerem”, destacou. “Quando o Paulo assumiu a Prefeitura de Corumbá, a primeira coisa que ele fez foi reafirmar aquele compromisso de água para os assentamentos. Para nós do Incra foi uma felicidade total”, continuou.

 

Para Cestari, o prefeito “agiu como um verdadeiro integrador de políticas públicas” e servirá de exemplo para outras regiões. “Ontem, em Nova Andradina, estava exatamente citando essa atuação do Paulo Duarte”, completou. Cestari, que é corumbaense e funcionário de carreira do Incra, também aproveitou a oportunidade para se desculpar com os assentados pelo longo período que precisaram esperar pela solução da água potável.

 

“Essa famílias foram selecionadas, assentadas e depois deixadas aqui à própria sorte. Hoje vemos tudo que essas famílias passaram e ainda assim continuaram aqui”, lamentou, para em seguida afirmar que as primeiras obras no assentamento São Gabriel estarão concluídas dentro de 90 dias.

 

“O problema não está dentro dos assentamentos, mas na falta de integração das políticas públicas. A partir do momento que o agente político, assim como está ocorrendo aqui em Corumbá, assume esse compromisso temos absoluta certeza em dizer que todo esse conjunto populacional de 30 mil famílias assentadas em Mato Grosso vai dar muita alegria. E Corumbá será referencia para isso”, finalizou.

 

Integração dos poderes

 

O senador Delcídio do Amaral, por sua vez, elogiou a integração dos poderes em benefício do povo e destacou a participação do ministro do Desenvolvimento Agrário, Pepe Vargas. “Ele nunca nos faltou e sempre nos atendeu com atenção. Hoje mesmo, esse evento que está acontecendo aqui, começou meses atrás na sala dele, quando o Celso Cestari e o João Grandão (delegado federal do Ministério do Desenvolvimento Agrário – MDA) foram apresentar aquilo que era prioridade para nós: a água”.

 

O senador também questionou a falta de estrutura em muitos dos assentamentos no Estado. “Precisamos criar as condições para mostrarmos que a reforma agrária vai funcionar no Brasil e a agricultura familiar é um dos seguimentos mais importantes da economia do nosso Estado e do País. Mas para isso todos precisam de equipamentos e estamos fazendo um esforço grande, através do MDA, distribuindo retroescavadeiras e patrolas”.

 

Delcídio ainda anunciou que aos moradores do São Gabriel a ajuda da mineradora Vale no abastecimento de água potável. “A Vale já assumiu o compromisso de trazer água para Albuquerque. Vai trazer água para cá também para cumprimos outro compromisso que há muitos meses atrás, assumimos. Em troca da Vale explorar nossa riqueza mineral, ela vai atender as necessidades da nossa gente. É assim que fazemos uma ação social forte. Esse ano de 2013 vai ser da reforma agrária em Mato Grosso do Sul”, finalizou.