Presença da mulher na Marinha é destaque de palestra no Dom Bosco

Dando continuidade a uma série de atividades relacionadas à Semana da Mulher, a Secretaria de Assistência Social e Cidadania da Prefeitura de Corumbá em parceria com o 6º Distrito Naval de Ladário, reservou uma manhã muito especial para 50 alunas do ensino médio da Escola Dom Bosco. Juntas, elas tiveram a oportunidade de conhecer mais sobre a “História do Ingresso das Mulheres na Marinha do Brasil”.

 

Apaixonada pela profissão, a pedagoga e primeira tenente RM2, Gislaine Garcia, compartilhou suas experiências a serviço da pátria. “Estou aqui para desmistificar possíveis conceitos que elas tenham sobre a carreira militar, mostrando como podem ser apaixonantes os mais diversos e distantes campos de atuação dentro da Força”, contou.

 

Durante a palestra, Gislaine fez questão de lembrar também que há mais de 30 anos a Marinha do Brasil admiti mulheres em seus quadros permanentes e de carreira, sendo a primeira Força Brasileira a proceder assim. “Hoje, somos um efetivo de 3.724 militares ocupando as carreiras de Praças e Oficiais”, explicou. “Um ambiente formado pela maioria homens, é um privilégio continuamos mostrando o nosso papel na sociedade”, completou.

 

Mostrando toda força e determinação da mulher, a palestra destacou também a história e exemplo da capitão-de-mar-e-guerra, Dalva Maria Carvalho Mendes, que no dia 26 de novembro de 2012, se tornou a primeira oficial-general das Forças Armadas do Brasil ao assumir o posto de contra-almirante.

 

Histórico

 

A participação das mulheres na Marinha do Brasil começou em 1980, quando a legislação permitiu o ingresso feminino na Força. À época, elas integravam um corpo auxiliar e sua participação era restrita a alguns cargos e ao serviço em terra.

 

Entre os anos de 1995 e 1996, o acesso das oficiais mulheres foi estendido aos corpos de saúde e engenharia. Já em 1997, com o advento da Lei nº 9.519, houve a reestruturação dos quadros de oficiais e praças com uma significativa ampliação da participação das mulheres nas atividades da Força Naval. As oficiais que integram as áreas de intendência, engenharia e saúde podem, segundo a legislação, alcançar até o posto de vice-almirante.

 

Dando sequência à programação da Semana da Mulher, ainda nesta terça-feira, 05, no Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac), localizado na Rua Cuiabá, 1042 Centro às 15 horas, acontece a “Tarde de Beleza”.