Prefeitura e Acert trabalham juntas para desenvolver turismo de pesca

Uma semana após apresentarem ao prefeito Paulo Duarte as principais demandas e necessidades do setor de turismo de pesca em Corumbá, representantes da Associação Corumbaense das Empresas Regionais de Turismo (Acert) novamente foram convocados pela administração municipal. Desta vez para uma reunião de trabalho para alinhar os problemas e estabelecer os procedimentos, objetivos, metas e prazos para a resolução dos principais desafios.

 

O encontro foi realizado no Centro de Convenções do Pantanal de Corumbá Miguel Gómez e conduzido pela Fundação de Turismo do Pantanal. Além da diretora-presidente da fundação, Hélènemarie Dias Fernandes, e seu assessor executivo, Luiz Ricardo Julião Rocha, estiveram presentes empresários de barcos-hotéis e agências de turismo de pesca, representando a Acert.

 

Desafios  

 

Foram quatro os macro-temas elencados pela Acert como os principais obstáculos que obstruem um maior desenvolvimento do turismo pesqueiro: a falta de regularização fiscal, tributária, legal e trabalhista de todos os empresários do setor; a extração predatória de iscas da região (que acabam sendo levadas até para outros países); o alto preço e a carência de rotas e horários da companhia aérea que atende o Pantanal; e a necessidade de se trabalhar um calendário de eventos na cidade fora das datas festivas.

 

Alinhadas as demandas, foram estabelecidos procedimentos, objetivos, motivações, metas, prazos e definidas as funções de cada um dos presentes, com datas pré-agendadas para a apresentação de cada tarefa nos próximos encontros.

 

“Vamos buscar o diálogo com todos os setores de turismo, sempre com o intuito de trazer as principais tratativas de cada segmento de maneira assertiva e objetiva. Só assim conseguiremos lidar com todos os desafios e necessidades de cada setor”, explicou Hélènemarie.