Prefeito prega parceria com taxistas para resolver problemas da categoria

O prefeito Paulo Duarte afirmou nesta segunda-feira, 18, que a Administração municipal desenvolverá um trabalho em parceria com os taxistas, para garantir condições dignas de trabalho à categoria. Foi a reafirmação de um compromisso da época de campanha feito durante uma reunião no Sindicato dos Taxistas de Corumbá, que contou com a presença também da diretora-presidente da Agência Municipal de Trânsito e Transporte (Agetrat), Silvana Ricco Ortiz.

 

Entre as principais demandas estão o reajuste da bandeirada e a intensificação da fiscalização e apreensão dos veículos de taxistas clandestinos, sobretudo os bolivianos. “Nossa estratégia é a de integração e cooperação, porém fui eleito prefeito de Corumbá e vou cuidar primeiro da minha cidade e dos corumbaenses”, disse o prefeito.

 

A categoria também solicitou a construção de um sanitário no Posto Esdras, local que faz divisa entre Brasil e Bolívia, ponto de partida e de chegada dos taxistas que transportam os brasileiros que fazem turismo de compra na região.

 

O prefeito comunicou que o tema já vem sendo tratado com a Polícia Militar. “O espaço é do Estado, por isso antes temos de pedir a cedência não apenas para construir um banheiro, mas para reformar e organizar o local. Já estamos fazendo isso”, revelou.

 

A reforma da rodoviária e do espaço destinado aos taxistas, segundo o prefeito, também está no “radar” da administração pública, bem como a parceria com a Polícia Militar na fiscalização e notificação dos taxistas irregulares, que prejudicam as condições de trabalho da categoria.

 

“Hoje mesmo ligarei para o coronel da Polícia Militar e vou solicitar a parceria da corporação para um trabalho organizado e permanente, que garanta a sustentabilidade dos taxistas que pagam impostos, que seguem as leis brasileiras e de Corumbá”, disse. “Cada um terá de fazer sua parte para a melhoria das condições de emprego e renda da categoria, inclusive vocês taxistas. Posso garantir que a prefeitura fará o que lhe cabe”, finalizou.