Prefeito participa de lançamento do Plano Safra com o ministro Crivella

O prefeito Paulo Duarte participou nesta quinta-feira (14), em Campo Grande, do lançamento do Plano Safra 2013/2014. O evento foi realizado na Assembléia Legislativa de Mato Grosso do Sul e contou com a presença do ministro da Pesca e Aquicultura, Marcelo Crivella. Duarte discursou em nome dos prefeitos do Estado e ressaltou a importância do desenvolvimento do setor pesqueiro e da aquicultura para a economia da região pantaneira.

“Recebi a única vaia nos seis anos que passei aqui na Assembléia Legislativa quando fui o único deputado contrário ao projeto que incentivava o extrativismo nos rios do Estado. Hoje o ministro Crivela falou o que sempre defendi: incentivar a psicultura e oferecer oportunidade de vida digna aos verdadeiros pescadores. Vale sempre a pena defender com coragem aquilo que acreditamos. O tempo é senhor da razão”, destacou o prefeito.

Paulo Duarte ainda presenteou o ministro Marcelo Crivella com uma viola de cocho, instrumento musical típico do Pantanal, cujo modo artesanal de fabricação é considerado Patrimônio Imaterial do Brasil.

Safra

O Plano Safra da Pesca e Aquicultura é um programa inédito do Governo Federal que visa estimular a competitividade e o empreendedorismo no setor, tornando mais efetivas as políticas econômicas e sociais voltadas para a cadeia produtiva do pescado. Por meio de linhas de crédito que variam de R$ 2,5 mil a R$ 130 mil, financiadas pelo Banco do Brasil, pescadores e piscicultores poderão melhorar seus negócios ou mesmo adquirir barcos e motores com taxas de juros menores e prazos mais estendidos.

Durante o evento na Assembleia, foram assinados também convênios, termos de permissão de uso e acordos de cooperação entre o MPA (Ministério da Pesca e Aquicultura), instituições governamentais e de pesquisas – ações que fazem parte do plano de desenvolvimento da Pesca e Aquicultura em Mato Grosso do Sul. Com o governo estadual serão assinados convênios com a Agraer (Agência de Desenvolvimento Agrário e Extensão Rural), Iagro (Agência de Defesa Sanitária Animal e Vegetal) e PMA (Polícia Militar Ambiental).

Segundo o ministro Crivella, Mato Grosso do Sul foi escolhido para o lançamento do Plano Safra em razão das potencialidades aquíferas e as qualidades que o Estado oferece para a criação do pescado. “Mato Grosso do Sul tem uma riqueza extraordinária e não é só da qualidade da água estou falando. É um Estado que tem vocação para a produção de pesca. É incipiente, mas acredito que agora estamos no caminho certo”, explicou. Com informações do Portal ALMS.