Prefeito cria grupo de trabalho para planejar o Carnaval Cultural de 2014

Festa que este ano movimentou R$ 9 milhões na cidade, entre comércio formal e informal, agremiações carnavalescas e contratação de pessoal, e que atraiu milhares de turistas, o Carnaval de Corumbá promete muito mais para 2014. E já foi pensando na próxima folia que o prefeito Paulo Duarte assinou decreto na sexta-feira, 22, criando um grupo de trabalho que será responsável pela discussão, organização e planejamento daquele que ele considera como o evento de maior visibilidade do Município.

 

A decisão de criar este grupo de trabalho já vem desde o encerramento do Carnaval Cultural de Corumbá de 2013 que foi mapeado de forma inédita pela administração municipal, permitindo colher informações valiosas sobre a festa e também sobre o turismo na maior cidade pantaneira. O resultado não poderia ser diferente: além da movimentação de R$ 9 milhões, a pesquisa mostrou que, durante os cinco dias, a cidade atraiu 8.167 turistas.

 

Ao assinar o decreto 1.158, de 22 de março de 2013, o prefeito corumbaense deixou bem claro que quer um evento bem maior em 2014, principalmente pelo fato da festa ser “grande gerador de serviços e movimentar a economia local”. A sua pretensão é alcançar um grau máximo de padronização para garantir harmonia entre os órgãos envolvidos no planejamento e na execução do evento, para atrair um público bem maior, inclusive turistas, além de gerar mais renda e emprego para a população corumbaense.

 

O grupo de trabalho será integrado por 16 pessoas ligadas não só ao Poder Executivo Municipal, mas também às entidades que participam direto da festa, como as entidades carnavalescas e ao comércio local.

 

A partir de agora, o Carnaval Cultural de Corumbá de 2014 será pensado, formatado e discutido pelas diretoras-presidentes das Fundações de Cultura de Corumbá, de Turismo do Pantanal, de Desenvolvimento Urbano e do Patrimônio Histórico; de Meio Ambiente do Pantanal e da Agência Municipal de Trânsito e Transporte.

 

Fazem parte também os Secretários de Governo, de Saúde, de Educação, de Assistência Social e Cidadania e de Indústria e Comércio; o Coordenador Municipal de Segurança Pública; o Presidente da Associação Comercial e Empresarial de Corumbá (ACIC); um representante da Liga Independente das Escolas de Samba de Corumbá (LIESCO); um representante da Liga Independente dos Blocos Carnavalescos de Corumbá (LIBLOCC); um representante dos Blocos Independentes, e um representante da Associação dos Cordões Carnavalescos (ACC).

 

Os integrantes do grupo terão competência para avaliar o Carnaval Cultural 2013, utilizando os dados coletados nas pesquisas realizadas no período de carnaval; realizar reuniões com os representantes das Escolas de Samba, dos Blocos Carnavalescos e dos Cordões, para elaboração do Carnaval 2014; firmar parcerias para profissionalização do Carnaval e das Entidades Carnavalescas de Corumbá; definir local para construção do espaço que será utilizado pelas Escolas de Samba de Corumbá, bem como definir atribuições dos órgãos envolvidos na realização do carnaval/2014.

 

Outra decisão do prefeito Paulo Duarte foi estipular um prazo para o grupo concluir os trabalhos: 120 dias (quatro meses), a partir da data de publicação do decreto.