Pacto pela alfabetização representa avanço e será iniciado em abril

O Município de Corumbá deu um grande passo para a melhoria da qualidade do ensino. O Pacto Nacional pela Alfabetização na Idade Certa (PNAIC), lançado na manhã desta terça-feira, 12, começa ser aplicado no dia 06 de abril e vai garantir mais igualdade e oportunidades a todos os alunos. “O programa vai permitir que nossas crianças se apropriem do conhecimento e que tenham o prazer de estar na escola, dando continuidade aos seus estudos”, destacou a secretária de Educação, Roseane Limoeiro

 

Roseane informou também que, a Educação está buscando alternativas capazes de melhorar o quadro da alfabetização, intensificando as ações já desenvolvidas no ano de 2012.  “O programa é a ampliação do salto que já foi dado nos últimos dois anos, quando Corumbá havia aderido apenas ao pacto, com a aplicação da Provinha Brasil e a Ação Educativa”, explicou. “Os dois programas avaliaram alunos de 1ª, 2ª e 3ª série, com a finalidade de diagnosticar o nível de alfabetização de cada um”, completou.

 

Já com as ações do Pacto Nacional pela Alfabetização na Idade Certa, Corumbá amplia o atendimento aos alunos e professores, consolidando ainda mais seu programa de alfabetização. “Neste mês de março, começaremos a introduzir no Município oito horas de formação e os 10 encontros com os professores alfabetizadores”, enfatizou a coordenadora do PNAIC em Corumbá, Maria do Carmo Brum,

 

Com previsão de início para o próximo dia 06 de abril, as ações do Pacto prevêem quatro eixos de atuação: Materiais pedagógicos, Avaliações, Gestão e Formação de Professores.  Todos com a meta de envolver os professores alfabetizadores da Rede Municipal de Ensino (REME) no programa de formação continuada, cuja metodologia propõe estudos e atividades práticas conduzidas por orientadores de estudos, pelo período de dois anos.

 

Segundo a Secretaria Municipal de Ensino, ao final do ano letivo de 2012, constatou-se que 79% dos alunos saíram da 3ª série alfabetizados. Os outros 21% não conseguiram desenvolver de maneira plena as habilidades necessárias para o domínio da leitura e da escrita. As escolas da Rede Municipal atendem atualmente cerca de 1.116 alunos na 1ª, 1.596 na 2ª série e 1.402 na 3ª série, contando com o total de 172 professores alfabetizadores divididos nessas três séries.

 

Investimento

 

O programa é desenvolvido em parceria com o governo federal que investirá em todo o País, R$ 1,5 bilhão em 2013 e R$ 1,8 bilhão em 2014. Para os cursos de formação, por ano, o investimento será de R$ 925 milhões. R$ 300 milhões irão para o fornecimento de material didático e R$ 40 milhões para as avaliações. Os encontros e fóruns voltados aos mobilizadores sociais receberão o montante de R$ 50 milhões.