Corumbá e Puerto Suárez fecham acordo de cooperação mútua

Imbuído do espírito de união e integração que deve nortear as nações sul-americanas, o prefeito de Corumbá, Paulo Duarte, seguiu nesta quarta-feira, 6, a uma importante missão na região fronteiriça de Bolívia e Brasil.

 

Acompanhado pelo Secretário de Governo, Helio de Lima, e pelo representante do consulado brasileiro na Bolívia, Jairo Collier, o prefeito foi até Puerto Suárez, onde se reuniu com o alcaide (prefeito), Roberto Vaca Yorge. Com pouco mais de 25 mil habitantes, a cidade fica a 17 quilômetros de Corumbá e é a capital da província de German Busch. “Temos grande potencial para se tornar uma segunda Santa Cruz de La Sierra. Para isso, é necessário investir sobretudo em saúde, turismo e segurança”, disse Yorge.

 

Em um clima de bastante cordialidade, os dois prefeitos trataram dos problemas que afligem ambas as cidades, como o crescimento dos casos de dengue, o roubo e furto de veículos na fronteira, além de temas comuns, como a cultura, educação e o potencial turístico da região.

 

O alcaide de Puerto Suárez classificou como urgente a necessidade de um intercâmbio com Corumbá para auxiliar o município boliviano no combate à dengue. O prefeito Paulo Duarte se prontificou a colaborar e já pré-agendou a visita da secretaria de Saúde, Dinaci Ranzi, à Puerto Suárez para a troca de experiências e alinhamento de uma ação mais integrada no combate ao mosquito Aedes aegypti.

 

Reunião intersetorial

 

O intercâmbio das duas cidades, no entanto, não se restringirá à área da saúde. Ficou acertada uma reunião intersetorial em Puerto Suárez, que contará não só com a presença dos prefeitos, mas  também dos secretários de governo, de educação, de assistência social, segurança pública e dos presidentes das fundações de turismo e de cultura de Corumbá.

 

“Muitas vezes ficamos esperando iniciativas dos governos centrais. Precisamos estreitar laços de amizade com nossos irmãos bolivianos e desenvolver ações conjuntas que não dependam da interferência do Governo Federal. Por isso, estou colocando a equipe de governo à disposição para que possamos formular as parcerias necessárias”, disse o prefeito Paulo Duarte, que acredita que muitos problemas cotidianos podem ser solucionados com essa ação conjunta, principalmente aqueles comuns às cidades de fronteira.

 

A reunião, pré-agendada para o final deste mês, também promete extrapolar o âmbito local. O encontro acontece antes da visita que a presidenta Dilma Roussef faz ao presidente Evo Moralez, também na Bolívia, no dia 5 de abril. A intenção é que, a partir da reunião entre esses secretários de governo de Corumbá e de Puerto Suárez, seja redigida uma “Ata”, entregue em mãos aos presidentes dos dois países, no dia 5. O objetivo do documento é levar ao conhecimento dos dois governos, as demandas, desafios e iniciativas necessárias na região de Corumbá, Ladário, Puerto Quijarro e Puerto Suárez.

 

Balanço

 

O balanço da reunião foi extremamente positivo. Para Roberto Vaca Yorge, significou “o fortalecimento de uma história de integração e amizade entre Puerto Suárez e Corumbá”.

 

Segundo Paulo Duarte, o encontro representou “muito mais do que um simples protocolo, o início de uma nova agenda de trabalho conjunto entre as cidades fronteiriças”. E concluiu: “A fronteira não deve nos separar, a fronteira deve nos unir”.