Com projeto, Prefeitura quer plantar 5 mil mudas e evitar depredação

O Projeto Adote uma Árvore foi idealizado para transformar a área urbana de Corumbá, torná-la mais verde e, consequentemente, minimizar o calor. A iniciativa é para evitar um grande problema, a depredação causada por atos de vandalismo. Com ele, a diretora-presidente da Fundação de Meio Ambiente do Pantanal, Luciene Deová de Souza, estima plantar cinco mil mudas na cidade, atendendo a meta estabelecida pelo prefeito Paulo Duarte.

 

A diretora comentou que o processo para o cidadão fazer parte do projeto é bastante simples: “basta a pessoa querer a muda que nos fazemos o restante”, destacou. O primeiro passo é ligar para a telefone 3907-5342, ou mesmo se dirigindo à Fundação, localizada na Rua Treze de Junho, 1457, entre a Sete de Setembro e Major Gama, para fazer a solicitação de uma ou mais mudas.

 

É preciso fornecer dados como endereço de plantio; quantidade de mudas (esta informação deve ser coerente com o espaçamento exigido para o pleno desenvolvimento da árvore, mínimo de cinco metros entre as plantas); indicar se há redes e fiações elétricas de alta tensão (isto implica na muda a ser adquirida e plantada, de forma que, espécies que tenham o crescimento vigoroso não poderão ser plantadas, ficando assim a livre escolha do munícipe entre espécies como o oiti, ipê amarelo, saboneteira ou outras de menor porte).

 

Aderindo ao projeto Adote uma Árvvore, o cidadão corumbaense será responsável pelo devido cuidado com a árvore, como solicitações de podas, que devem ser regulares para que a árvore tenha o crescimento limitado; regar sempre para ter um bom desenvolvimento, e, é claro, cuidar para que vândalos não danifiquem a muda.

 

As espécies disponibilizadas são: Castanheira; Ipê (nas variações amarelo, branco, roxo e rosa); Jatobá; Jacarandá; Aroeira vermelha; Íngua; Pau Brasil; Flamboyan’t; Pimenta Brava; Farinha Seca; Saboneteira; Piúva, e até mesmo a Palmeira Imperial, responsável pela beleza da principal avenida da cidade, a General Rondon, que também está sendo produzida no Viveiro Municipal mantido pela Prefeitura de Corumbá.