Corumbá forma turma em curso de beneficiamento de alimentos

Terminou nesta quinta-feira (21) o primeiro curso de beneficiamento de alimentos promovido pela Prefeitura, Sindicato Rural de Corumbá e o Senar/MS (Serviço Nacional de Aprendizagem Rural – Mato Grosso do Sul) em 2013. A capacitação, voltada para a utilização da mandioca, foi realizada na região de Antônio Maria Coelho e contou com a participação de mais de 15 moradoras da localidade, distante aproximadamente 35 quilômetros da área urbana do município.

“Nesses três dias de aula aprendi a fazer biscoito, torta salgada, chipa e a produzir polvilho”, enumerou Ivania Correia. “Graças a essa oportunidade, conheci muita coisa nova”, continuou a dona de casa, que há 15 anos reside na região com o marido e duas filhas. Quem também aprovou a iniciativa foi Conceição de Araújo Godoy. “Deu para aprender bastante. Eu não sabia quase nada disso, só fazia mandioca com carne e mandioca ferventada”, contou.

Para Luciene Aparecida Rodrigues de Jesus o curso serviu não apenas para aprender novas técnicas culinárias, mas também fortalecer os laços de amizade que mantém na comunidade. “Foram três dias muitos divertidos. A professora é ótima”, disse. A instrutora em questão é Vilma Aquino Fortes, funcionária do Senar. Durante as 24 horas/aula da capacitação, ela ensinou 16 diferentes receitas, todas com a mandioca como ingrediente principal.

“O curso é dividido em aulas teóricas, onde falamos sobre a preservação do alimento, higiene pessoal, ambiental e das vasilhas, e a parte pratica, quando fazemos os pratos, sempre focados nos alimentos disponíveis na região”, explicou Vilma. A proposta é agregar valor às matérias primas provenientes no local, com possibilidade de venda dos excedentes. “Esse não é nosso principal objetivo, mas a opção de geração de renda existe”, continuou a instrutora.

Pela Prefeitura, a atividade é coordenada pela Secretaria Municipal de Assistência Social e Cidadania, por meio do CRAS (Centro de Referência de Assistência Social) Rural, responsável pelo atendimento nos assentamentos Mato Grande, São Gabriel, Urucum, Porto Morrinho, Porto da Manga, Maria Coelho, São Domingos e no distrito de Albuquerque. “Esse é só o primeiro do ano. A previsão é de que outros 38 ocorram até dezembro”, informou a coordenadora do CRAS Rural, Rosemeire Esteves dos Santos.

Além dos cursos de beneficiamento de alimentos, realizados em parceria com o Sindicato Rural e o Senar/MS, o CRAS ainda realiza a busca ativa das famílias, jovens, gestantes e idosos para os atendimentos e serviços oferecidos pelo Poder Público, como o Cadastro Único, Bolsa Família, Aposentadoria Rural, Benefício de Prestação Continuada (BPC), carteira de passe livre municipal e interestadual, entre várias outras ações.

“Também buscamos as famílias em situação de vulnerabilidade para receber os benefícios eventuais, como redes, lonas e cestas básicas”, completou Rosemeire. O próximo curso acontece entre os dias 26 e 27 de fevereiro no assentamento São Gabriel. O tema será “Como produzir leite com qualidade”.