Cassems e Unimed avaliam construção de um hospital em Corumbá

A Cassems (Caixa de Assistência dos Servidores do Estado de Mato Grosso do Sul) e a Unimed estão avaliando a possibilidade de construir um hospital em Corumbá. Esse foi um dos temas tratados durante o encontro entre o prefeito Paulo Duarte e o presidente da Cassems, Ricardo Ayache, ocorrido na tarde desta quinta-feira (21) na Prefeitura.

 

A parceria, que já existe em Três Lagoas, atenderia usuários dos dois planos de saúde no município. “Estamos analisando, entre outros aspectos, a necessidade da cidade com relação ao tamanho desse hospital”, afirmou Ayache. Atualmente, só a Cassems tem oito mil e quarenta e cinco credenciados em Corumbá, sendo que aproximadamente três mil são funcionários da Prefeitura.

 

Paulo Duarte apoiou a iniciativa, uma vez que a parceria traria benefícios não só aos usuários dos sistemas privados de saúde, mas para toda população corumbaense. “Com mais um hospital teríamos maiores chances de trazer para a cidade um curso superior de Medicina, o que resolveria a dificuldade de atrair médicos para o interior, uma realidade em todo o País”, destacou.

 

O prefeito e o presidente da Cassems ainda discutiram sobre o atendimento médico na região de fronteira, o combate à dengue e a viabilidade de outros investimentos na área. O secretário de Gestão Governamental, Hélio de Lima, o presidente do Sindicato Municipal dos Trabalhos em Educação (Simted), Luizio Espinosa, e a gerente da Regional Corumbá da Cassems, Rosana Lídia, também participaram da reunião.