Segurança no carnaval será discutida em encontro na terça-feira

A Prefeitura de Corumbá e as equipes que integram a área de segurança pública do Governo do Estado marcaram para terça-feira, 22, reunião para definir a estratégia que será adotada para garantir a segurança durante o período de carnaval. O encontro está marcado para as 09 horas, na Polícia Civil, no antigo prédio do Fórum localizado na Rua Major Gama, e não mais no comando do 6º Batalhão de Polícia Militar.

 

Esta será a segunda reunião do grupo que, na semana passada, iniciaram a definição de ações integradas que serão colocadas em prática durante o “Carnaval Cultural – Patrimônio da Alegria”, que acontece de 08 a 12 de fevereiro.

 

A reunião terá a participação da presidente da Fundação de Cultura, vice-prefeita Márcia Rolon; do coordenador Municipal de Segurança Pública, Fernando Jorge Castro de Lucena; do comandante da Polícia Militar de Corumbá, tenente coronel Waldir Ribeiro Acosta, além de representantes da Guarda Municipal, Agência Municipal de Trânsito e Transporte (Agetrat), Corpo de Bombeiros e Polícia Civil.

 

“A nossa primeira reunião foi excelente. Vamos realizar um trabalho cada vez mais integrado com os órgãos responsáveis pela segurança da cidade”, declarou Márcia, observando também que, no encontro, foram discutidas todas as propostas tratadas anteriormente com a Liga Independente das Escolas de Samba de Corumbá (Liesco) e com a Liga Independente dos Blocos Oficiais de Corumbá (Libloc).

 

O coordenador de Segurança Pública da Prefeitura, Fernando Jorge, explicou que o trabalho será o mais integrado possível. “Nós estamos fazendo essas reuniões justamente para poder definir toda a matéria de competência de cada força, visando um trabalho em conjunto, para que toda a parte de segurança saia da forma mais perfeita possível”, observou.

 

No encontro anterior, o major Marcos Vinicius Lacerda Villamil representou a Polícia Militar e enalteceu a proposta, afirmando que trabalhar de forma integrada ajuda a desenvolver um trabalho mais qualificado. “Não vamos agir independente, formaremos células de policiais militares junto com os guardas municipais. Vamos trabalhar em equipe ao longo de toda Avenida General Rondon e demais pontos da cidade, para demonstrarmos uma força ainda maior e de qualidade”, enfatizou.