Prefeitura prepara plano de revitalização para Morro do Cruzeiro

Um dos atrativos turísticos mais populares da região, o Morro do Cruzeiro, onde estão instaladas as 70 peças que compõem a Via Sacra e a imagem gigante do Cristo Rei do Pantanal, será revitalizado pela Prefeitura. Na manhã desta quarta-feira (16), a diretora-presidente da Fundação de Desenvolvimento Urbano e do Patrimônio Histórico, Maria Clara Scardini, percorreu o local e fez um levantamento de todas as ações necessárias.

 

O primeiro passo da Administração Municipal será a limpeza da área e a recuperação das imagens que representam o calvário de Jesus Cristo. “Fiquei indignada com a situação de algumas peças. Umas apresentaram estragos possivelmente ocorridos porque foram indevidamente tocadas durante visitação, mas a maioria sofreu a ação de vândalos”, constatou Maria Clara.

 

Pelos menos quatro estátuas estão quase que totalmente destruídas. Elas foram arrancadas do chão, quebradas e jogadas nas encostas do morro. “É uma situação chocante”, resumiu a primeira-dama. Para combater esse problema, além de reforçar a atuação da Guarda Municipal, uma campanha integrada, realizada em parceria com as fundações de Cultura e Turismo, será planejada para estimular a conscientização da população.

 

“Temos que trabalhar com conscientização, com o envolvimento da comunidade local, principalmente dos moradores da área de entorno do morro”, observou a diretora-presidente. Ela entende que é preciso que a população também ajude a preservar este patrimônio, e que isto não cabe apenas ao Poder Público.

 

A Prefeitura vai fomentar a visitação ao morro, que oferece uma visão panorâmica de toda a cidade. Novos equipamentos e serviços serão disponibilizados aos visitantes. No entanto, reforça a necessidade de maior conscientização da comunidade como um todo, pela preservação do local.

 

“Além de pensar na restauração das peças e também do entorno do morro, vamos dar condições de que esse seja um ponto turístico completo, onde as pessoas consigam subir e ter acesso a banheiros, informação e a segurança”, afirmou Maria Clara. Um plano de intervenção deve ser apresentado ao prefeito Paulo Duarte já no início do próximo mês.

 

“Também estamos levantando a questão da iluminação, das vias de acesso, instalação de mais lixeiras e do funcionamento do serviço público como um todo. Isso influencia diretamente na limpeza e no recolhimento do lixo. Nessa visita encontramos muitos sacos de lixo ao longo da Via Sacra. O turista que sobe presencia esse tipo de cena”, continuou a responsável pela Fundação de Desenvolvimento Urbano e do Patrimônio Histórico.

 

“A ideia não é apenas recuperar a peças, mas fazer com que esse seja um passeio agradável Além do visual, temos que pensar no atrativo como um todo”, reforçou Maria Clara. As estátuas serão todas revitalizadas pela escultora Izulina Xavier, responsável pela confecção da Via Sacra e do Cristo rei do Pantanal.