Fiscais preparam diagnóstico dos serviços de transportes na cidade

A Agência Municipal de Trânsito e Transporte (Agetrat) iniciou na segunda-feira, 14, uma ação inédita em Corumbá. Nas próximas três semanas, agentes da Agetrat irão às ruas da cidade para coletar informações e sentir na pele os principais problemas e desafios que afligem os usuários do transporte público municipal. Para isso, até o dia 1 de fevereiro seis fiscais se revezarão em três turnos diários utilizando os serviços de ônibus, táxis e moto-taxis. Nesta segunda-feira começa a “Semana do Transporte” que vai até o próximo dia 18.

 

“Nossos agentes estarão uniformizados e, entre as 7 e 19 horas, utilizarão todas as dez linhas de Corumbá, subindo e descendo em pontos de ônibus distintos, verificando a quantidade de usuários, o estado de conservação e a acessibilidade dos veículos, conversando com os passageiros, enfim, apurando as reais condições do transporte coletivo da cidade”, explica a diretora-presidente da Agetrat, Silvana dos Santos Ricco Ortiz, que destaca o apoio da Coordenadoria de Segurança Pública Municipal nessa ação. “Estamos iniciando pelo transporte coletivo por ser este o mais crítico da cidade, o que recebe mais críticas e reclamações dos usuários”, acrescenta.

 

Durante as viagens, os agentes conversarão com os passageiros e preencherão um formulário com diversas informações, como o nome da linha, o número do veículo e placa, horários de saída e de chegada no ponto final e quantidade de passageiros pagantes e não-pagantes. A ideia é que, a partir das informações apuradas, a Agetrat tenha um diagnóstico real da situação do transporte público municipal.

 

No próximo dia 21 de janeiro tem início a “Semana do Táxi” e, na semana subsequente, entre os dias 28 de janeiro e 1 de fevereiro, a “Semana do Moto-Táxi”. Da mesma forma, agentes da Agetrat utilizarão esses transportes e colherão informações úteis para a elaboração de um projeto de melhoria para essas áreas. “Com esses dados em mãos, ao fim dessas três semanas, nos reuniremos com o secretário de Governo para elaborar um Plano de Ação, que será posteriormente entregue ao prefeito Paulo Duarte”, revela Silvana.