Comissão vai colher propostas para levar água até assentamentos

Levar água de boa qualidade aos assentamentos da zona rural de Corumbá, não apenas para o consumo doméstico, mas também para a produção dos alimentos que abastecem parcialmente a cidade. Esse é o principal objetivo da Comissão Especial montada pelo prefeito Paulo Duarte e instituída pelo decreto Nº 1.115, assinado nessa terça-feira, 01º de janeiro, durante a cerimônia de posse e publicado na edição de hoje do DIOCORUMBÁ.

A comissão atuará no sentido de agregar o maior número possível de parceiros visando a captação de recursos para execução de programas e projetos de abastecimento de água nos assentamentos e o desenvolvimento de tecnologias para prospecção, captação, tratamento e distribuição de água, em benefício das famílias assentadas. Inicialmente o grupo será formado por sete integrantes.

O executivo municipal será representado pelas secretarias de Produção Rural, Saúde, Governo e a Fundação de Meio Ambiente do Pantanal. A Superintendência Estadual do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (INCRA/MS), o Campus Pantanal da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (CPAN/UFMS) e a Embrapa Pantanal completam a comissão.

Os trabalhos serão coordenados pela Secretaria Municipal de Produção Rural, que apresentará relatórios mensais ao prefeito Paulo Duarte com informações sobre o andamento geral dos trabalhos e possíveis fontes de recursos de organismos públicos ou privados, nacionais ou internacionais, a serem captados pelo Município, tanto diretamente quanto por intermédio de seus parceiros, para a execução de programas e projetos.

Paulo Duarte determinou ainda que o primeiro relatório da Comissão Especial seja apresentado no prazo máximo de 60 dias, contados a partir desta quarta-feira. O documento vai trazer um diagnóstico da situação de cada assentamento, o plano de trabalho para o ano de 2013 e as primeiras ações cabíveis para o imediato enfrentamento do problema de desabastecimento de água na zona rural de Corumbá.