Ruiter reúne equipe e ressalta importância do servidor valorizado

O prefeito Ruiter Cunha de Oliveira quer encerrar o seu segundo mandato com o servidor público municipal em alta, comemorando todas as conquistas e avanços dos últimos sete anos e seis meses. O assunto foi tratado por ele próprio na tarde desta quarta-feira (19), durante uma reunião com toda a equipe de Recursos Humanos, quando foi apresentado o novo gerente da área, contador Luiz Henrique Maia de Paula. A reunião foi no gabinete do chefe do executivo e contou com a presença também da secretária de Finanças e Administração, Waléria Cristiane Andrade Leite.

 

Ruiter convocou a reunião para apresentar o novo gerente da área e, ao mesmo tempo, solicitar da equipe, um bom desempenho de funções. Falou sobre os procedimentos adotados nos últimos dias, entre eles o levantamento no setor, por parte de uma empresa de consultoria que já presta serviços à Prefeitura, a partir das informações recebidas sobre questões salariais de funcionários recendo vencimentos abaixo do normal; de servidores com licença médica trabalhando fora da Prefeitura; de servidores cedidos com ônus para o município, mas que não cumprem a carga horária estabelecida.

 

Comentou inclusive um caso já detectado de um servidor com três cargas de 20 horas semanais, cedido pela União, e que cumpre em um único período, na Prefeitura, inclusive o relacionado à terceira carga horária, entre outras questões que estão sendo levantadas.

 

O prefeito lembrou janeiro de 2005 quando assumiu a Prefeitura de Corumbá na sua primeira gestão. Na época, havia servidores que recebiam abaixo do salário mínimo. Citou a esposa de um médico recém falecido que recebeu uma pensão de pouco mais de R$ 500,00 na época, enquanto o funcionário, em vida, recebia salário superior, mas que a “diferença não era legal”.

 

“Avançamos nisto. Implantamos um plano de carreira para o servidor, um programa de auxílio habitacional, plano de saúde, plano do magistério. São várias conquistas. Mas, tenho recebido reclamações. Tudo isto está sendo apurado. Na quero terminar a minha administração deixando o servidor insatisfeito, após todas estas conquistas e avanços dos últimos anos”, acentuou Ruiter.

 

Sobre as denúncias de possíveis irregularidades, disse que todas estão sendo apuradas. Foi taxativo ao destacar que não “haverá perseguições, nem caças às bruxas”, mas que “só não vou permitir que o servidor seja prejudicado”, e que por isso é preciso envolvimento, a colaboração de todos para resolver estas questões levantadas.