Oficina Tela Brasil ensina técnica de cinema a jovens pantaneiros

Desenvolvendo capacidade de expressão e estimulando atitudes curiosas e cientificas dos alunos perante o mundo. Assim têm sido as aulas ministradas pela Oficina Tela Brasil no Museu de Histórias do Pantanal e, a partir desta terça-feira (31), no Centro de Convenções do Pantanal de Corumbá Miguel Gómez. Os encontros seguem até o próximo dia 07 de agosto, no horário de 19 às 23 horas de segunda-feira a sexta-feira e das 09 às 18 horas no final de semana.

 

 

O curso, patrocinado pela Fundação Telefônica|Vivo, é realizado em parceria com a Prefeitura de Corumbá por meio da Fundação de Cultura e Turismo do Pantanal e Secretaria de Educação. Em quatro anos de atividade, a Oficina Tela Brasil já passou por 78 cidades e acumula 1690 alunos.

 

 

Durante o curso, os alunos aprenderão técnicas de edição, roteiro, direção e produção e preparação de curtas-metragens, que serão exibidos em sessão aberta ao público no dia 11 de agosto, um sábado, no Centro de Convenções. A exibição será acompanhada de perto por um profissional do cinema, que divide com os jovens suas experiências no mercado audiovisual.

 

 

A proposta pedagógica da oficina baseia-se na prática, no incentivo à criatividade e no trabalho em grupo. Desde o primeiro dia de aula, os jovens conhecem e operam equipamentos, experimentam a linguagem audiovisual e desenvolvem sua capacidade de expressão, estimulando atitudes curiosas e científicas dos alunos perante o mundo.

 

 

Para ampliar a abrangência das oficinas, foi criado, em parceria com a Fundação Telefônica, um portal (www.telabr.com.br) com conteúdo audiovisual, onde os jovens poderão encontrar exercícios virtuais, textos lúdicos sobre as diversas áreas do audiovisual, filmografias, bibliografias e links comentados, informações sobre editais, festivais e concursos.

 

 

Telefônica|Vivo

 

 

A Fundação Telefônica|Vivo atua com o fim de contribuir para o desenvolvimento social dos países onde está presente. No Brasil, a instituição foi criada em 1999 e possui linhas de atuação voltadas para o acesso à educação, a melhoria da qualidade educativa e a divulgação do conhecimento. Em 2011, com a fusão entre a Vivo e a Telefônica, a Fundação incorporou os projetos do Instituto Vivo e ampliou sua atuação para todo o país. Para conhecer mais, acesse www.fundacaotelefonica.org.br .