Corumbá trabalha implantação do conselho e plano de turismo

Corumbá quer se transformar definitivamente em um grande pólo do turismo brasileiro. Conhecida por suas riquezas naturais, especialmente por estar localizada dentro da maior planície alagada do planeta, o Pantanal, a cidade iniciou um processo de extrema importância para o desenvolvimento sustentável do turismo na região.

 

Passo importante foi dado esta semana com a realização de um encontro com representantes do trade turístico. Foi uma reunião organizada pela Superintendência de Cultura e Turismo do Pantanal de Corumbá, com participação da Secretaria de Desenvolvimento Sustentável e da Escola de Governo, no Centro de Convenções.

 

“Foi o primeiro passado para uma total transformação do turismo de Corumbá que passa pela criação do Conselho Municipal de Turismo, bem como pela formatação do Plano Municipal de Turismo. São ferramentas necessárias para efetivação de políticas públicas para o setor turístico, inclusive desenvolvimento de serviços regularizados, dentro do que a legislação estabelece”, disse o superintendente de Turismo, Sandro Assef.

 

O encontro abordou também a Lei Geral do Turismo e de ações fiscalizadoras que a equipe da superintendência pretende realizar nos próximos meses, passando inclusive por capacitações do trade, como o programa de qualificação de bom atendimento ao turista.

 

A iniciativa foi elogiada pelos representantes do trade. A presidente da Associação Corumbaense das Empresas Regionais de Turismo (Acert), Joice Santana Marques, disse ser totalmente favorável ao Conselho e também ao Plano Municipal, como forma de fortalecer este setor da economia corumbaense.

 

Para ela, é preciso criar mecanismos para Corumbá ter realmente um turismo forte, deixando de ser apenas turismo de pesca. “Temos que aproveitar o turista na cidade. Precisamos criar opções. Os hotéis estão lotados, mas quais são as opções? Não temos um baile, uma noite pantaneira…”, questionou, elogiando o fato da Superintendência de Turismo ter convocado esta reunião para tratar de melhorias para o setor.

 

Levantamento

 

Sandro observou que, além de iniciar entendimentos visando a criação do Conselho e formatação do Plano de Turismo, a Prefeitura inicia agora, em agosto, um levantamento na cidade, com foco em toda a rede turística. “Vamos levantar todos os setores, hotéis, barcos pesqueiros, barcos hotéis, restaurantes, pousadas, empresas de turismo, guias de turismo, enfim, tudo sobre o setor”, disse.

 

Segundo ele, Corumbá vai trabalhar para possuir um banco de dados completo visando registro no Cadastrur, um sistema de cadastro de pessoas físicas e jurídicas que atuam no turismo, do Ministério do Turismo. “Queremos Corumbá no Cadastur. Isto será importante para divulgação de nossos equipamentos turísticos”, comentou.

 

Podem se cadastrar no sistema do Ministério do Turismo, meios de hospedagem, guias, organizadores de eventos, agências de turismo, transportadores, restaurantes e lanchonetes. A sua preocupação se deve justamente ao pequeno número de produtos já cadastrados. A adesão é mínima. “Não temos nenhum local que comercializa comida pantaneira cadastrado. Um turista, que utilizar o sistema para procurar o serviço oferecido em Corumbá, não vai achar”, revelou.

 

O cadastramento começa em 1º de agosto e será desenvolvido por técnicos da Superintendência de Turismo. Estão previstas visitas às empresas que atracam os barcos-hoteis no Porto Geral de Corumbá. A intenção é realizar levantamento e mapeamento de quantos são quais os serviços prestados.